Este hotel, situado na praça parisiense de Vendôme, e de propriedade do multimilionário egípcio Mohammed Al Fayed desde 1979, fechou no dia 1º de agosto de 2012 para passar por grandes trabalhos de reforma.

A reabertura, prevista inicialmente para dezembro de 2015, sofreu atrasos devido a problemas com as obras e, depois, por causa de um incêndio.

Por enquanto, o hotel só vai estar aberto parcialmente. O Ritz, que, no final da reforma, contará com 142 quartos e suítes - antes eram 159 - terá para já à disposição 86 quartos e suítes.

Apesar do momento difícil para o setor da hotelaria em Paris, que vem a registar uma diminuição de hóspedes desde os atentados terroristas de 2015, o calendário de reservas na página do Ritz na internet aparece completo até 19 de junho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.