A rede da KLM vai abarcar, no início do programa de inverno (28 de outubro de 2022 a 25 de março de 2023), um total de 163 destinos: 92 europeus e 71 intercontinentais. Os novos destinos da rede são Nantes em França, Rovaniemi na Finlândia, Aarhus na Dinamarca e Katowice na Polónia.

Este inverno, a KLM também vai continuar a operar os seus voos para Austin (Texas) nos EUA, que foram introduzidos no verão. Face a 2019, a KLM vai oferecer mais lugares nos voos para a América do Norte. Chegue a estes destinos de Inverno a partir de Lisboa ou do Porto via hub da companhia em Amesterdão-Schiphol.

Portugal

A oferta da KLM vai crescer mais de 30% este inverno face a período homólogo de 2019. Este aumento tem por base o acréscimo de frequências entre o Porto e Amesterdão-Schiphol (com 2 voos diários em ambos os sentidos vs. 1 voo/dia em 2019) e entre Lisboa e o hub da companhia nos Países Baixos (3 voos diários em ambos os sentidos vs. 2 voos/dia em 2019). Esta oferta é complementada pela da sua parceira Air France, que prossegue os seus voos entre Lisboa ou o Porto e o hub da companhia em Paris-Charles de Gaulle (CDG).

O grupo também vai continuar a oferecer voos diretos em codeshare com o seu parceiro da joint venture transatântica, a Delta Air Lines, a partir de Lisboa para Nova Iorque-JFK.

Europa

A KLM adicionou Nantes, Aarhus e Katowice à sua rede. A partir de 29 de outubro de 2022, Nantes será servido duas vezes ao dia e Aarhus e Katowice diariamente. A rede europeia agora também inclui Rovaniemi, conhecida como sendo a casa do Pai Natal (Finlândia), para onde a KLM vai voar uma vez por semana de 3 de dezembro a 25 de março de 2023.

Além disso, a KLM vai aumentar o número de voos que opera para Teeside, Humberside, Cardiff, Southampton (Reino Unido) e Graz (Áustria). Finalmente, Nápoles (Itália) e Split (Croácia) serão oferecidas diariamente. Embora novos este inverno, estes voos são uma continuação do programa de verão.

América do Norte

No total, a KLM vai servir 19 destinos na América do Norte (Canadá, EUA, México) este inverno, o que equivale a mais 11% em lugares face a 2019.

A KLM vai, por exemplo, voar para Los Angeles dez vezes por semana este inverno, o que significa três voos adicionais por semana face ao inverno passado. O serviço para Austin, lançado no verão, é continuado no inverno. Introduzido em 2021, a KLM também continua a servir o destino de inverno de Cancun.

Este inverno, a nova Premium Comfort Class da KLM vai estar disponível para reserva em vários destinos nos EUA e Canadá. Nesta classe, que combina elementos da Economy Class e da World Business Class, os clientes vão poder experimentar o novo conceito de serviço da KLM numa parte separada da cabine, com assentos confortáveis e muito espaço para as pernas.

Caraíbas

O número de lugares para as Caraíbas (especialmente as Antilhas Holandesas) aumenta mais de 20% este inverno face a 2019. Por exemplo, a KLM vai servir Curaçao pelo menos 10 vezes/semana, com dois voos diários no Natal. O voo diário para Aruba – combinado com Bonaire – será operado com o maior avião da frota da KLM, o Boeing 777-300ER (408 lugares).

Tal como no inverno de 2021, a KLM também vai operar voos para Bridgetown (Barbados) e Port of Spain (Trinidad e Tobago).

América do Sul

O número de lugares disponíveis nos voos para a América do Sul aumenta 6% este inverno face a 2021. A KLM vai operar voos diariamente para Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e Peru. A Costa Rica será servida quatro vezes por semana.

A KLM vai operar 5 voos semanais para Paramaribo (Suriname), também operados em Boeing 777-300ER. A KLM também vai voltar a combinar Buenos Aires (Argentina) com Santiago do Chile (Chile).

África

A KLM vai introduzir três voos adicionais por semana para a Cidade do Cabo, África do Sul. Além do “voo diurno” diário, os clientes poderão agora escolher “voos noturnos” três vezes por semana. Neste inverno, os clientes também poderão voar para Zanzibar, combinado com Dar es Salaam (ambos na Tanzânia).

Vai ser progressivamente possível reservar a nova Premium Comfort Class da KLM nos voos para Nairobi e Dar es Salaam. A KLM está a reconfigurar mais aviões de longo curso para oferecer esta nova classe na próxima época, iniciando com os seus Boeing 787 Dreamliners.

Ásia

O número de lugares disponíveis para a Ásia vai aumentar nada menos que 50% face a 2021, já que muitos destinos do Sudeste Asiático reabriram as portas aos visitantes estrangeiros.

Os voos de/para Tóquio Narita vão ser de novo operados sem escalas este inverno. No entanto, os voos da KLM continuam a ser desviados desde que o espaço aéreo russo foi fechado.

Os serviços para Kuala Lumpur (Malásia) – com destino a Jacarta (Indonésia) – também vão ser operados diretamente este inverno, em vez de serem servidos via Singapura.

A KLM retomou o serviço para Bangalore (Índia) o verão passado. Estes voos continuam este inverno.

Por ora, os voos para a China permanecerão limitados. A KLM vai voar para Xangai/Hangzhou três vezes por semana neste inverno com escala em Seul Incheon.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.