"Vamos ter um programa autêntico, com eventos muito conceituados e de grande tradição que, com o nosso apoio, têm vindo a fazer um 'upgrade' e a consolidarem-se do ponto de vista local, nacional e até internacional. Isto permite que hoje Viseu já se constitua como destino durante as festas populares e já não falamos só do S. João do Porto ou do Santo António em Lisboa", sustentou.

Na conferência de imprensa de apresentação das Festas Populares da cidade, que decorreu ao final da manhã de hoje, Almeida Henriques revelou que as tradições populares e culturais da cidade de Viseu saem à rua de sexta-feira a dia 24 e incluem no seu cartaz a Festa das Freguesias, as Marchas dos Santos Populares e as Cavalhadas de Teivas e de Vildemoinhos.

"O investimento municipal nas Festas Populares de Viseu ascende a 135 mil euros, entre apoios diretos às associações e custos de produção e logística. É um valor bastante substancial", considerou.

O arranque está agendado para sexta-feira, com a Festa das Freguesias a levar ao parque Aquilino Ribeiro "uma verdadeira mostra da identidade local do concelho", com as 25 freguesias a promoverem a sua etnografia, gastronomia e património.

Por volta das 19:30 do mesmo dia terá lugar um desfile etnográfico, entre o Adro da Sé e a entrada do parque da cidade, prevendo-se a participação de cerca de 800 pessoas, entre as quais 36 grupos de folclore, música tradicional, bombos e bandas filarmónicas do concelho.

Ainda englobado na Festa das Freguesias, irá decorrer o concurso "Sabores & Aromas Tradicionais de Viseu", na tarde de sábado, em que a mostra de sabores será posta à prova pelo chef Hélio Loureiro.

Já a noite de sábado ficará marcada pelas marchas populares, em que estarão a concurso nove grupos marchantes e dois grupos convidados, um deles da Madeira.

Esta edição contará com a participação de cerca de 900 pessoas, entre marchas seniores, juvenis e infantis.

Do cartaz das festas populares fazem ainda parte as seculares Cavalhadas de Teivas e de Vildemoinhos, no domingo e no dia 24, respetivamente.

De acordo com o presidente das Cavalhadas de Teivas, Amador Oliveira, o cortejo será constituído por 11 carros alegóricos, sendo seis artísticos e cinco tradicionais.

O desfile, em que participam cerca de 800 pessoas, arranca pelas 15:00 e será acompanhado por grupos de bombos, fanfarras, um grupo de pauliteiros e a tradicional "Dança da Morgadinha".

As Cavalhadas de Vildemoinhos deste ano terão em cortejo 28 carros artísticos, tradicionais e institucionais.

Segundo o presidente das Cavalhadas de Vildemoinhos, Ramiro Figueiredo, comparativamente com a última edição, "os carros tradicionais duplicaram".

Este ano, a comissão organizadora promove também o "Concurso das Varandas Enfeitadas de S. João", em que a comunidade é convidada a decorar a rigor as suas varandas, janelas e portas.

Fonte: Lusa

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.