1. Barcelona, Espanha: A área comercial Las Ramblas é uma das mais turísticas da cidade tanto de dia como de noite é também uma das preferidas pelos carteiristas.

2. Roma, Itália: Enquanto admira a Fontana de Trevi ou o Panteão tenha cuidado com a câmara fotográfica. Num ápice a tiram das mãos ou cortam as fitas com uma tesoura, enquanto o diabo esfrega um olho.

3. Praga, República Checa: A Ponte Carlos é um dos sítios preferidos pelos ladrões de carteiras.

4. Madrid, Espanha: No mercado El Rastro, no metro ou mesmo em alguns museus há esquemas sofisticados de roubo de carteiras que podem apanhar o turista mais desprevenido.

5. Paris, França: Deverá estar especialmente atento(a) aos seus pertences na zona envolvente da Torre Eiffel, na Basílica de Sacré-Coeur e no metro.

6. Florença, Itália: Antes de se deleitar com a réplica de Miguel Ângelo na Piazza della Signoria certifique-se que os seus pertences estão seguros.

7. Buenos Aires, Argentina: Fique atento a este esquema, se levar com cocó de pássaro em cima e se algum local se apressa a vir limpar com um guardanapo, o que provavelmente é mostarda, estranhe.

8. Amsterdão, Holanda: Não se deixe contagiar demasiado pelo ambiente acolhedor e pela boa onda da cidade. Em particular, a zona histórica e os canais também são frequentados por indivíduos mal-intencionados.

9. Atenas, Grécia: Mantenha a carteira segura em sítios largamente frequentados pelos turistas, como a Acrópole.

10. Hanói, Vietname: Os mais de 600 templos e pagodes e o centro histórico da capital são muito procurados por turistas. E, consequentemente, por carteiristas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.