Ninguém adora entrar num site e ter de fechar várias janelas de anúncios ou ter de esperar 30 segundos para ver um vídeo no YouTube. No entanto, o ódio aos anúncios, embora universal, não é igual em todos os lugares do mundo. Alguns países perdoam mais facilmente a intrusão da publicidade na sua navegação na Internet do que outros.

Esta aversão da sociedade aos anúncios publicitários levou a que os softwares de bloqueio de anúncios se tenham tornado muito populares em todo o mundo.

A equipa do Surfshark analisou os dados de volume de pesquisa de cada país para o software de bloqueio de anúncios mais popular e equilibrou o número em relação à população de utilizadores da Internet para ver qual o país que mais odeia a publicidade online. Os mapas resultantes mostram quais os países que mais desejam bloquear anúncios.

Surfshark compilou uma lista abrangente de softwares de bloqueio de anúncios e usou os dados de palavras-chave do Google para descobrir quais os países que mais procuram por softwares de bloqueio de anúncios no Google.

Depois, a equipa do Surfshark consultou o Sindicato das Telecomunicações para descobrir o número de utilizadores de Internet em cada país. Assim, foi divido o número de pesquisas mensais no Google pela quantidade de utilizadores e multiplicado por 100 mil para tornar os resultados mais legíveis.

A pesquisa concluiu que França é o país que mais odeia anúncios online, com 579 pesquisas de software de bloqueio de anúncios por 100.000 utilizadores de internet. No extremo oposto, está a Nigéria como país mais tolerante com os anúncios online, com apenas 1 pesquisa por 100.000 utilizadores. Portugal surge na 19ª posição, com 317 pesquisas por 100 mil utilizadores.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.