Uma casa de férias (de madeira) no meio do oceano. Poderia ser o começo de um filme da Disney, mas são as coordenadas da Casa en el Agua, um eco-hostel colombiano localizado no Parque Natural Nacional Corales del Rosario e de San Bernardo. Mais concretamente, no meio do mar das Caraíbas, na costa colombiana.

"O turista ficará mesmo no centro do paraíso, num albergue rodeado de águas cristalinas, com fauna marinha diversificada, bom ambiente e deliciosa comida local, proveniente do mar", explicam os gerentes da Casa en el Agua, em declarações à edição espanhola da revista Condé Nast Traveler, cinco anos depois de terem transformado uma casa de férias de uma família numa acomodação turística por parte de dois empreendedores, um californiano e outro colombiano.

Se querem desfrutar desta curiosa experiência, terão que entrar num barco até chegar à receção e decidir onde querem descansar. Podem escolher um quarto privado para duas pessoas ou um que dê para partilhar com outros viajantes. Ou até ficar apenas numa rede. Qualquer um que escolham, verão sempre um céu repleto de estrelas.

Quanto à diversão, essa chega através do reggae e coquetéis, que podem ser degustados em cima de uma bóia no meio das Caraíbas, quase com vistas para Santa Cruz del Islote, a ilha mais povoada do mundo. De manhã há atividades de snorkeling ou um passeio até à Isla Maravilla, que desapareceu devido à subida do nível do mar, mas deixou uma herança em forma de corais espetaculares. À noite podem mergulhar entre o plâncton bioluminescente.

Consciência ecológica

Dada a sua extraordinária localização, uma vez que está num ambiente protegido, a Casa en el Agua tem muita atenção aos aspetos ecológicos e ambientais. E não se ficam apenas pela separação do lixo para reciclagem.

”As nossas casas de banho são sanitários secos ou latrinas, onde os desperdícios humanos são coletados e misturados com cal e serrim, para que não haja odores e possam ser usados como composto. Tudo isto deve deverá ser feito pelos hóspedes. Quando eles terminam as suas necessidades, depositam uma certa quantidade dessa mistura, disponível na casa de banho. Criamos consciencialização e, de certa forma, integramos os hóspedes neste processo", dizem os gerentes.

Além disso, todas as amenidades são amigas do meio ambiente, as águas residuais são tratadas para separar a água da gordura e tudo o que possa gerar contaminação. Naturalmente, toda a energia utilizada é solar e os chuveiros estão limitados a certos períodos do dia. Para ajudar ainda mais à manutenção da zona, há expedições organizadas para que os próprios hóspedes possam participar na recolha do lixo nos oceanos.

“O oceano agradecerá e um dia serás recompensado”, afirmam os gerentes da Casa en el Agua.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.