1. Jornada Mundial da Juventude em Lisboa

Após a confirmação de que o Papa Francisco estará presente na Jornada Mundial da Juventude que acontecerá em Lisboa de 1 a 6 de agosto de 2023, o Comitê Organizador Local anunciou que mais de 200.000 jovens de todo o mundo se inscreveram. Com representantes de mais de 120 países, vindos não só da Europa, mas também de África, América do Norte, Central e do Sul. Da Europa, o maior número de inscritos são de Portugal e Espanha, seguidos pela Polónia e Itália. Todas as iniciativas da JMJ Lisboa 2023, incluindo os eventos centrais com o Papa Francisco, são gratuitos. A JMJ é um encontro mundial de jovens, que desejam participar num encontro festivo com o Papa e com centenas de milhares de outros jovens que compartilham os mesmos princípios universais de paz, união e fraternidade em todo o mundo.

2. Bienal Ibérica do Património Cultural dos Açores

AR&PA 2023, Bienal Ibérica do Património Cultural, que se realizará de 12 a 15 de outubro de 2023 em Angra do Heroísmo, capital da Ilha Terceira, no arquipélago dos Açores (Portugal) e que terá como lema "Tecnologia e património", coincidirá com a celebração do quadragésimo aniversário da declaração do centro histórico da cidade portuguesa, como Património da Humanidade pela Unesco. É um evento de cariz social e cultural com um programa para desfrutar e conhecer o património cultural.

Angra do Heroísmo
Angra do Heroísmo créditos: DR

3. Aniversários musicais em Viena

Viena sempre foi a capital europeia da arte e da música. Em 2023 haverá vários aniversários importantes na sua agenda cultural. Duas das grandes instituições da cidade, o Baile da Ópera de Viena e o Baile da Filarmónica de Viena, comemoram, respetivamente, o seu 65º e 80º aniversário. Este último regressa a 19 de janeiro com apresentações da sua orquestra legendária. Por sua vez, o Baile da Ópera, que terá lugar no dia 16 de fevereiro, terá como mote “Sob o signo da solidariedade” em colaboração com Österreich hilft Österreich (Áustria ajuda a Áustria) para angariar fundos para quem sofreu com mais força os efeitos da pandemia. Lar do famoso Kiss de Gustav Klimt, o Belvedere está a comemorar os 300 anos com uma exposição que durará um ano, “O Belvedere: 300 Anos de Arte”, que homenageará o impacto do museu na história da arte de Viena. Em 2023 ninguém poderá perder “Klimt. Inspirada em Van Gogh, Rodin, Matisse...", uma exposição colaborativa entre o Belvedere e o Museu Van Gogh de Amsterdam que mostrará os artistas que mais influenciaram o mestre do modernismo vienense.

4. Cuenca é a Capital Espanhola da Gastronomia em 2023

Cuenca, uma das cidades mais importantes de Castilla-La Mancha, foi designada Capital Espanhola da Gastronomia (CEG) em 2023, depois de disputar este título com Pontevedra e Oviedo. O CEG é um evento anual criado pela Federação Espanhola de Jornalistas e Escritores de Turismo e pela Federação Espanhola de Hotelaria. Cuenca, que recebe o evento pela terceira vez, apresentou um intenso programa de atividades gastronómicas ao longo do ano, apostando em destacar a variedade dos seus produtos e a inovação gastronómica dos últimos anos. A sua oferta gastronómica assenta na cozinha tradicional, austera e simples, em total ligação com o ambiente natural e monumental. A cozinha de Cuenca e da província veste-se com a marca de uma cozinha diferente e deliciosa. Entre os produtos típicos de Cuenca, destacam-se o alajú, um doce em forma de bolo feito com amêndoas, especiarias e mel coberto por duas hóstias, os zarajos, o morteruelo, o atascaburras e outros pratos como gaspacho, ensopado, migas, estofados e elaborações com caça grossa, como veado e javali e um licor chamado resolí, cujas garrafas são uma réplica das casas suspensas.

Cuenca, Espanha
Cuenca, Espanha créditos: DR

5. Ano Picasso em Espanha e França

Por ocasião do quinquagésimo aniversário da morte do artista espanhol Pablo Picasso a 8 de abril de 1973, o ano de 2023 será colocado sob o signo da celebração da sua obra e do seu legado artístico. Por isso, os governos de França e de Espanha concordaram em trabalhar juntos num programa de alcance internacional. O programa "Picasso Celebration 1973-2023" terá o suporte de cinquenta exposições em todo o mundo, das quais, 16 serão em Espanha. Em Madrid o Museu Nacional do Prado, o Museu do Centro Nacional de Arte Reina Sofía e o Museu Nacional Thyssen-Bornemisza, o Museu Picasso de Málaga, o Museu Guggenheim de Bilbao e o Museu Picasso de Barcelona, terão algumas delas. No outono de 2023, terá lugar um importante colóquio internacional, que também coincidirá com a abertura do Centro de Estudos Picasso em Paris.

6. Liverpool recebe o Festival Eurovisão da Canção

Em virtude da Ucrânia, o país vencedor do último Festival da Eurovisão, não estar em condições de organizá-lo neste momento, Liverpool (no Reino Unido) será a sede do Festival da Eurovisão em 2023. A Grande Final terá lugar no Liverpool Arena ao lado do Rio Mersey no sábado dia 13 de maio, sendo as semifinais na terça-feira, dia 9 e na quinta-feira dia 11 de maio. A BBC assumiu a função de anfitriã de outros países vencedores em quatro ocasiões anteriores, este ano garantirá que os vencedores de 2022, a Ucrânia, sejam celebrados e representados ao longo do evento.

7. Timisoara (Roménia), Elevsis (Grécia) e Veszprém (Hungria), Capitais Europeias da Cultura

Como tem sido habitual nos últimos anos, o grande evento cultural e turístico idealizado por Melina Mercuri em 1985, tem este ano três protagonistas: Timisoara (Roménia), Eleusis (Grécia) e Veszprém (Hungria). O programa Timisoara 2023 envolve mais de 1.800 artistas e operadores culturais, 55 artistas em residência, 329 eventos e produções locais, mais de 1.300 voluntários incluídos em projetos e colaborações com operadores e instituições de 26 países europeus. Como parte da programação, a cidade receberá uma grande exposição sobre a obra do escultor Constantin Brancusi.

Timisoara
Timisoara, Roménia créditos: DR

O título de Capital Europeia da Cultura regressa à Grécia, onde já esteve em Atenas em 1985, Salónica em 1997 e Patras em 2006 e muito perto da sua capital, em 2023 Elevsis pretende criar um programa artístico, de investigação e educativo completo, sob o título "Mistérios da Transição", que se concentra em quatro objetivos estratégicos: Cultura, Pessoas, Cidade e Meio Ambiente.

Elefsis ou Elevsis, com o seu sítio arqueológico, o seu antigo porto e uma série de edifícios fabris abandonados que nalguns casos foram transformados em locais culturais, é uma cidade que se pode caracterizar como um museu ao ar livre que, no entanto, mostra dinamismo e entusiasmo. Por meio de residências artísticas, trabalhos originais específicos do local de todas as formas de arte, exposições de obras de arte, fotografias, materiais históricos, etc., transformará a cidade numa exposição em si mesma.

Em 2023, o programa Veszprém-Balaton convida os visitantes de Veszprém e da região de Bakony-Balaton para uma série de eventos culturais durante 365 dias, onde será apresentada música comunitária, criatividade, tradições e tesouros únicos exclusivos desta região. Um dos destaques é a exposição pop-up Pure Lake Balaton, Pure Art, da HybridCycle, com pinturas, fotografias e obras de arte visuais que transmitem a mensagem de sustentabilidade.

8. Sevilha é a Capital Europeia do Turismo Inteligente

A Comissão Europeia elegeu Sevilha como a Capital Europeia do Turismo Inteligente para 2023, distinção obtida após a decisão do júri profissional contra outras candidaturas, entre as quais as espanholas Gijón e San Sebastián, a par das do Porto (Portugal), Zagreb (Croácia), Aarhus (Dinamarca) e Pafos (Chipre). A cidade destacou-se perante o júri nas quatro categorias a avaliar: acessibilidade, sustentabilidade, digitalização e aposta no património e na criatividade. Além do citado, será adicionado um programa completo de atividades durante o ano para comemorar a nomeação. Este título consagra o seu modelo de desenvolvimento turístico que é inclusivo, sustentável e diferenciador, que colocou os residentes no centro da estratégia e preparou a cidade para competir e continuar a crescer nesta nova era pós-pandemia. Juntamente com Sevilha, a cidade cipriota de Pafos também foi eleita Capital Europeia do Turismo Inteligente para o próximo ano, uma vez que em cada convocatória decide-se a favor de dois municípios.

Sevilha
Sevilha, Espanha créditos: DR

9. Final da Liga dos Campeões de 2023 em Istambul

A final da Liga dos Campeões de 2022/23, terá lugar no Estádio Olímpico Atatürk em Istambul, no dia 10 de junho de 2023, às 21h00. Construído para apoiar a candidatura olímpica da Turquia aos Jogos Olímpicos de 2008, é o campo onde a seleção turca joga. Localizado no bairro de Başakşehir, a oeste do Bósforo, tem capacidade para mais de 75.000 espetadores. Esta é uma excelente oportunidade para visitar uma Istambul em constante mudança, que oferece muito mais com os famosos dervixes rodopiantes, muezins chamando para a oração desde os minaretes e pessoas mudando de continente várias vezes ao dia. Entre as visitas imperdíveis estão a majestosa Basílica de Hagia Sophia, o Palácio Topkapi e o seu impressionante tesouro, o Grande Bazar que alguns consideram o centro comercial mais antigo e evocativo do mundo, a Mesquita Suleiman, a Mesquita Azul e os seus maravilhosos mosaicos, a Cisterna da Basílica, um prodígio arquitetónico e um dos monumentos bizantinos mais misteriosos e cativantes da cidade.

10. Campeonatos mundiais de esqui em dois resorts franceses

Courchevel e Meribel sediarão o Campeonato Mundial de Esqui Alpino da FIS de 2023, de 6 a 19 de fevereiro, um acontecimento no qual mais de 600 esquiadores de 75 países participarão, o evento de esqui alpino mais esperado da temporada. Ambos os resorts veteranos estão no coração da área de esqui 3 Valleys, nos Alpes franceses. Os esquiadores competirão em seis modalidades diferentes: esqui alpino, super-G, slalom gigante, slalom, alpino combinado e paralelo. Ambos os resorts têm excelentes condições e facilidades para esquiadores e será uma competição cheia de velocidade, adrenalina e emoção.

11. Novo parque temático no Dubai, dedicado ao Real Madrid

Como se não bastasse o que Dubai oferece: o Burj Al Arab, a Expo City, o Museu do Futuro, as Ilhas Deira e claro a gigantesca torre Burj Khalifa, além dos seus diversos museus e parques temáticos, no final de 2023 está prevista a inauguração do novo parque temático dedicado ao... Real Madrid. O parque promovido pela Dubai Parks and Resorts será chamado, como esperado, Hala Madrid! e terá museu, montanhas-russas e até jogos de habilidade no futebol e será o primeiro parque temático do género no mundo. Os visitantes poderão desfrutar de exibições audiovisuais, experiências interativas e atrações únicas inspiradas no espírito do Real Madrid.

12. Tutancámon e o Grande Museu Egípcio

Embora a descoberta da tumba de Tutancámon tenha ocorrido em 4 de novembro de 1922, o Egito pretende comemorar o centenário da descoberta de Tutancámon em 2023 e assim coincidir com a inauguração, finalmente, do novo Grande Museu Egípcio, que será o maior museu arqueológico do mundo com mais de 100.000 peças. Também no horizonte e já em construção, está a criação da controversa nova capital administrativa do Egito no leste do Cairo, que substituirá o atual complexo como centro do governo, exibindo com orgulho a torre mais alta de África e os 35 quilómetros do Green River Park, projetado para imitar a forma do Nilo. Assim, existem muitos motivos para visitar o Egito em 2023.

13. Provas desportivas em Pontevedra

Pontevedra parece atrair inúmeros eventos desportivos em 2023. Dez macro eventos reunirão mais de 15 mil atletas até ao final do ano. Após o sucesso do Campeonato Mundial de Luta Livre, a cidade confirmou provas nacionais e internacionais de até oito disciplinas desportivas nos próximos doze meses. Em março haverá uma prova da Copa Espanhola de Ciclismo Feminino e do Campeonato Espanhol de Dança Desportiva, com cerca de 2.000 concorrentes. Dois campeonatos espanhóis acontecerão em junho, o trampolim e o acrobático. O último trimestre do ano trará a Grande Final do Triathlon World Series e um evento internacional de Cyclo-Cross. Por outro lado, as Termas de Mondariz, consideradas as Melhores Termas de Espanha, celebram também o seu 150º aniversário desde que, a 16 de junho de 1873, as suas águas mineromedicinais foram declaradas de utilidade pública pelo Governo de Espanha, tornando o destino galego na única cidade termal espanhola. O SPA tem várias celebrações planeadas ao longo do ano.

14. Bergamo e Brescia, capitais italianas da cultura

A Capital Italiana da Cultura, ideia lançada em 2014, promove a valorização do património cultural italiano com projetos e atividades. Agora, pela primeira vez, duas cidades unem-se como a Capital Italiana da Cultura em reconhecimento à vibração cultural que surgiu durante a pandemia. Esta nova iniciativa de Bergamo e Brescia significa o lançamento de um projeto de longo alcance para enfrentar os desafios contemporâneos focados na cultura, na sustentabilidade, na valorização do património dos artistas, no bem-estar e na inovação. Bergamo e Brescia convertem-se numa única cidade "iluminada" e numa única capital. Em 2023 serão quatro eixos temáticos: cidade e natureza, tesouros escondidos, a cidade que inventa e a cultura como cura.

Bergamo
Bergamo, Itália créditos: DR

15. Ar espanhol nos Bassins de Lumières de Bordeaux

Depois do sucesso ao longo de 2022 da exposição dedicada a Joaquín Sorolla, que se encerra a 2 de janeiro (em 2023 celebra-se o Centenário da morte do pintor Joaquín Sorolla em várias cidades espanholas, com destaque para Valência e Madrid), outros dois espanhóis universais irão ser os protagonistas de 2023. O centro de arte digital Les Bassins de Lumières oferece exposições imersivas baseadas em projeções visuais e sonoras de um antigo bunker da Segunda Guerra Mundial: a base submarina de Bordeaux. A partir de 4 de fevereiro, a exposição colocará Dalí e Gaudí em destaque, por meio de uma proposta artística imaginada por Gianfranco Iannuzzi. "Dalí, o enigma sem fim" e "Gaudí, arquiteto do imaginário" são os dois programas para 2023. O primeiro de um longo programa revela o universo surreal de Dalí e o segundo, de um programa curto, aborda as realizações arquitetónicas do mestre de Barcelona, ​​Gaudí. As exposições são um excelente pretexto para visitar Bordéus, cidade histórica de pedras e de vinho, destino popular pelo seu ambiente urbano, pela sua gastronomia e pela sua efervescência cultural.

16. O principal evento cultural da Letónia

Não é um evento cultural comum: é uma parte essencial da identidade letã. Um dos maiores eventos de dança e coral amador do mundo e o evento mais épico da vida cultural da Letónia, que acontece durante uma semana a cada cinco anos e atrai milhares de espetadores e ouvintes. É onde as tradições e o patriotismo pode ser ouvido nas canções (cantadas em coro para capella) e testemunho nas danças folclóricas. Os atos do Festival de Canto e Dança costumam reunir mais de 40.000 participantes e o festival culmina com um emocionante concerto de encerramento no palco ao ar livre de Mežaparks. Desde 2003, os festivais foram incluídos na Lista de Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO.

17. La Valletta (Malta) sediará o EuroPride 2023

De 7 a 17 de setembro, Malta elevará as suas cores do arco-íris para dar as boas-vindas à comunidade LGBTIQ+ dos seus países vizinhos da Europa, Oriente Médio e Norte de África. Malta é um dos principais destinos na Europa em promover os direitos da comunidade LGBTIQ+ e durante os últimos anos realizou importantes melhorias nas suas leis de igualdade, dando como resultado as práticas sociais que menos discriminam em toda a Europa. Assim, Malta, que recentemente foi mais uma vez eleita “O Melhor Destino LGBT+ da Europa” pelo ILGA-Europe Rainbow Map Index, tem mais um motivo para estar 'orgulhosa'. Os principais eventos incluem a Pride March que acontecerá no dia 16 de setembro das 16h às 19h e o Concerto EuroPride 2023 com muitos artistas. Outros eventos incluem exposições artísticas e culturais, conferências e reuniões, festas e atividades sociais.

18. Festival e Mês de Giacomo Puccini na Toscana

Em antecipação ao centenário da morte de Giacomo Puccini em 1924, um dos compositores mais importantes de todos os tempos, a sua terra natal, a Toscana, organiza todos os anos em Torre del Lago, o Festival Puccini e o Mês Puccini. Nascido em Lucca, mas hipnotizado com o encanto de Torre del Lago, nunca deixou esses lugares, que o inspiraram muitas vezes a realizar as suas obras de renome internacional: La Bohème, Tosca, Madame Butterfly, Turandot. O Festival Puccini é o evento de ópera mais importante da Itália e o único no mundo dedicado a Puccini. Tem lugar no verão, durante os meses de julho e agosto, nos lugares que inspiraram o maestro. O Festival oferece a oportunidade de ouvir grandes estrelas da ópera mundial interpretando as obras-primas de Puccini, num grande teatro ao ar livre nas margens do Lago Massaciuccoli, bem em frente do Museu Casa Puccini. Por sua vez, O Mês de Puccini é outro festival com um importante programa de eventos que acontecem entre 29 de novembro, aniversário da morte de Giacomo Puccini e o mês de dezembro. O programa inclui inúmeros concertos, conferências e espetáculos, e termina no dia 1 de janeiro com o Concerto de Ano Novo.

19. Coroação do rei Carlos III de Inglaterra em Londres

No sábado 6 de maio de 2023, a coroação do rei Carlos III terá lugar na Abadia de Westminster, em Londres. Camila, a rainha consorte, também será coroada na cerimónia histórica, embora com um ritual mais simples. O Palácio de Buckingham indicou que a cerimónia combinará o antigo e o moderno. As coroações acontecem na Abadia de Westminster em Londres há mais de 900 anos, com aquela igreja medieval servindo de cenário para uma cerimónia que é uma mistura de simbolismo religioso e constitucional. Esta é uma oportunidade única de mergulhar na vida da família real, com visitas e exposições no Palácio de Kensington, no Palácio de Hampton Court e de Buckingham. A não perder é a chance de ver as Joias da Coroa na Torre de Londres, incluindo a Coroa do Estado Imperial usada pelos monarcas após a sua coroação.

Londres
Abadia de Westminster, Londres créditos: DR

20. Tallinn (Estónia) Capital Verde da Europa

A capital da Estónia é a Capital Verde da Europa em 2023. Todos os anos, um painel de especialistas independentes em sustentabilidade urbana, avalia o desempenho das cidades em 12 indicadores do meio ambiente e seleciona os finalistas. Alguns dos aspetos que influenciaram na sua vitória, são a sua aposta em zonas verdes, transporte público gratuito e economia circular. Tallinn, além de possuir um impressionante centro histórico medieval primorosamente preservado, classificado como Património Mundial pela UNESCO, possui atualmente uma rede de zonas verdes, parques e jardins públicos que ocupam quase 30% da cidade. A maior parte delas situa-se na cintura abaluartada que envolve o centro histórico, um verdadeiro corredor verde que contribui para melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes.

21. Toda a França vive a Taça do Mundo de Rugby

A décima Taça do Mundo de Rugby será realizada em nove cidades da França: Bordéus, Lille, Lyon, Marselha, Nantes, Nice, Saint-Étienne, Saint-Denis e Toulouse. A partida de abertura entre a França e a Nova Zelândia e a final, terão lugar no Stade de France, em Paris. 2023 também marca o 200º aniversário do nascimento deste desporto. Este evento desportivo realiza-se de três em três anos desde 1989, em duas fases: uma fase de qualificação em que participam atualmente cerca de 120 seleções nacionais e uma fase final, em que participam 20 seleções durante um período de aproximadamente um mês e meio. O torneio é a terceira maior competição desportiva internacional do mundo, depois do Mundial de Futebol e das Olimpíadas.

22. Castelos de Loire e a exposição de Luís XI

Visitar os castelos de Loire e os seus encantadores arredores nunca precisa de justificativa em nenhum ano. No entanto, um dos lugares mais procurados é o túmulo de Leonardo da Vinci que está localizado na capela de Saint Hubert no castelo real de Amboise e que está fechado há quase dois anos para reforma. Em 2023 será reaberto e coincidirá com uma grande exposição sobre Luís XI, no 600º aniversário do seu nascimento. Neste castelo e no vizinho Clos-Lucé viveu e trabalhou Leonardo da Vinci, convidado por Francisco I em 1516 – “Aqui serás livre para sonhar, pensar e trabalhar”, garantiu-lhe o rei. As caves exibem maquetes das suas invenções e no parque e nos belos jardins que têm o seu nome, vinte das formidáveis máquinas que ele idealizou funcionam ao longo de um caminho interativo com efeitos visuais e sonoros de sucesso.

23. Glasgow (Escócia) recebe o Campeonato Mundial de Ciclismo

O maior evento de ciclismo do mundo é na Escócia em 2023. Os melhores do mundo reunir-se-ão em Glasgow e em toda a Escócia para competir ao mais alto nível, fazer história e mostrar ao mundo o poder da bicicleta. Ao longo de 11 dias, os campeões mundiais serão coroados em eventos que vão desde o BMX ao mountain bike, ciclismo indoor, ciclismo de estrada, paraciclismo... Com as belas paisagens da Escócia para praticar ciclismo, os legendários centros de ciclismo e estádios épicos prontos para receber competidores e visitantes de todo o mundo, nunca houve um momento melhor para planear uma viagem em bicicleta à Escócia. E para os aficionados, não há nada como fazer a Stranraer to Eyemouth Coast to Coast Cycle Route no verão de 2023, uma ciclovia rodoviária de 250 milhas que cobre toda a extensão do sul da Escócia.

Sugestões: Jetcost

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.