com o apoio MEO
em modo Escuro poderá poupar até 30% de energia. Saiba mais
 

Dia 1

Começa o dia na cidade que tem amor na boca e no coração de quem a sente, onde existe uma dicotomia entre o sagrado e o profano, com doces decentes e indecentes e que é uma ponte de encontro entre as pessoas, o presente, o passado e, claro, o futuro. (Amar)ante é tudo isto e muito mais. É cultura, é criação, é vaidade, é música. É tudo o que precisas para ser feliz e fazer os outros felizes.
Para descansar
  • Mercado Municipal de Amarante
    Mochila às costas e máquina fotográfica na mão pode ser opção para começar o percurso que temos preparado para ti. Às quartas-feiras e sábados realiza-se o mercado no centro histórico. Se por acaso passares lá num destes dias, visita o Mercado Municipal e conhece a alma da gente amarantina e os seus produtos típicos.
  • Igreja de São Gonçalo
    De seguida, visita a Igreja de São Gonçalo dona de uma arquitetura e beleza invulgar. Contam os entendidos que as mulheres que queriam casar iam lá puxar a corda ao Santo. Se o casamento está em vista ou é um desejo de criança, aconselhamos-te a fazer o exercício e puxar a corda. E porque cultura nunca fez mal a ninguém, aproveita e visita o Museu Amadeo de Souza Cardoso, onde podes ver algumas das obras do famoso pintor amarantino, que tanto sucesso fez e continua a fazer.
  • Rio Tâmega
    Um pouco mais a baixo encontras o rio Tâmega e nada como uma bela volta de gaivota para sentir a pureza da cidade e para te apaixonares pelo rio e pelos arcos que o cobrem. Ao almoço, preparamos para ti uma viagem gastronómica pelos inesquecíveis sabores do Norte. Passa pela Adega Kilowatt que não te vais arrepender. E porque um docinho calha sempre bem, a Confeitaria da Ponte é a paragem seguinte e escolhe um dos doces típicos – lérias, foguetes, São Gonçalos, brisas do Tâmega, papos de anjo e, claro, as famosas ferramentas de São Gonçalo (sim, é mesmo isso que estás a pensar).
  • Gatilho
    Antes de arrancares pela aventura na Serra, que dizes de um pouco mais de cultura? O Gatilho é uma experiência cultural imersiva e repleta de talento. Tens mesmo de passar na galeria e ficar a conhecer o que os artistas locais têm para te mostrar.
  • Onde ficar em Amarante
    Com o cair da noite vais precisar de um sítio para jantar e ficar a dormir. Assim, tens duas opções: a Casa da Juventude que acolhe estudantes do mundo inteiro que querem fazer voluntariado ou o Hostel des Arts, onde podes dormir com vista para o rio num ambiente acolhedor e tradicional.
  • Amarante, uma cidade à tua medida
    Como vês não faltam opções e podes escolher consoante os teus gostos. A nossa sugestão? Escolhe o que mais gostas e te faz feliz. A viagem serão sempre os viajantes e o que vemos nunca será só o que vemos, mas o que somos. Uma coisa é certa: desta cidade vais sempre levar amor, paisagens, arquitetura, cultura, tradição. Vais sempre levar o carinho das suas gentes e o bairrismo de quem sempre lutou e defendeu a cidade, vais levar o abraço forte (ainda que agora os olhares sejam os maiores abraços), a boa disposição e o sotaque acentuado. Vais levar uma mala cheia de histórias e peripécias. Daqui sairás com saudade e promessa de voltar, sabendo que o importante não é partir, é chegar!

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.