O Douro é a região de Portugal por excelência em que a gastronomia e o enoturismo estão intimamente ligados. Na nossa rubrica “Viajar à boleia da comida”, voltámos ao Alto Douro Vinhateiro para provar que a posta de vitela e o peixe do rio já não são os únicos a atrair visitantes, e que a sofisticação da cozinha gourmet também já conquistou o seu lugar nesta região de Portugal, tão em voga cá dentro como lá fora.

O local mais emblemático desta nova fusão entre a cozinha gourmet e os vinhos e paisagens do Douro é, sem dúvida, o restaurante DOC, do chef Rui Paula. Rui Paula nasceu no Porto, mas as suas raízes gastronómicas estendem-se a Trás-os-Montes, desde que, em 1994, abriu o restaurante Cêpa Torta, em Alijó (terminando a sua gestão em 2010). Em 2007, nasce o DOC, situado em pleno Douro Vinhateiro, na Estrada Nacional (EN) 222, entre a Régua e o Pinhão. Desde então, Rui Paula abriu o restaurante DOP, no centro histórico do Porto, um restaurante no Recife, no Brasil, e o restaurante Casa de Chá da Boa Nova, em Leça da Palmeira, tornando-se um dos chefs portugueses mais conceituados da actualidade.

Viajar à boleia da comida: uma experiência gourmet na Quinta Nova, no Douro
Viajar à boleia da comida: uma experiência gourmet na Quinta Nova, no Douro
Ver artigo
E não é difícil perceber porquê. Rui Paula e seus colaboradores trabalham para criar uma gastronomia saudável, baseada em produtos de qualidade, com um vínculo cultural ao norte de Portugal, mas sem limites geográficos quanto à criação dos pratos, aqueles que chegam à mesa visualmente impactantes e um deleite do paladar. A localização e ambiente dos edifícios que albergam os seus restaurantes são factores importantíssimos neste contexto. A refeição passa a ser uma experiência sensorial e um evento cultural, em que a paisagem circundante passa a ser um elemento fundamental e participante na refeição.

O restaurante DOC é o emblema de Rui Paula. Chega-se ao restaurante percorrendo uma estrada que foi considerada pela Avis, em 2015, como a melhor estrada do mundo para conduzir, sempre com um olho na estrada e outro na paisagem magnífica do Douro, entre a Régua e o Pinhão, onde se encontram algumas das melhores Quintas do Douro. O DOC ocupa um edifício moderno, assente em estacas, com um deck de madeira que se estende sobre o rio Douro. Na sala do restaurante, ou na esplanada, prepare-se para uma experiência gastronómica única, complementada com um vinho do Douro, do qual a garrafeira do DOC é uma verdadeira montra, tendo mais de 600 referências.

O sol já se tinha posto e o lusco-fusco iluminava o Douro. Jantámos na esplanada, com o rio, e as encostas que começavam a ficar no escuro, como pano de fundo. Começámos com uma voluptuosa Bochecha de Porco Bísaro com Cevadinha Francesa como entrada, acompanhada de um fresquíssimo Espumante Vértice Rosé (2013).

As mais belas fotografias do Douro
As mais belas fotografias do Douro
Ver artigo
Passámos para o prato principal, um saborosíssimo Arroz Caldoso de Peixe e Lavagante, acompanhado de um elegante Flor de São José Reserva Branco (2015). O barulho da água do rio, e a lenta transição do dia para a noite, levava-nos a saborear a refeição com ainda mais prazer.

Para acabar em beleza, visual e degustativa, escolhemos como sobremesa o Crepe Crocante de Leite Creme com Frutas Exóticas, um prato que é igualmente desafiador à visão e ao paladar, este último realçado pela combinação com um leve mas requintado Porto Niepoort LBV 2005.

Não perca tempo, embrenhe-se nas paisagens inesquecíveis do Douro, e tenha uma experiência gastronómica gourmet que o vai deixar com vontade de voltar a provar esta combinação. O Douro tem inúmeras facetas e o gourmet é agora uma delas. Aventure-se por estes sabores e paisagens e não se arrependerá.