Quando se pensa no Douro, imagina-se as vinhas nos terraços e as Quintas à beira-rio. Mas, para além do Douro vinhateiro, há outros Douros a descobrir. Aventure-se pelo Douro Inferior, e certamente não se arrependerá. Caminhe pela história da fundação da nacionalidade na Rota do Românico do Vale de Douro e descubra os encantos deste Douro pouco conhecido.

1. Igreja de São Martinho de Mouros


Imponente e singular, a Igreja de São Martinho de Mouros ergue-se a meia encosta, sobre o curso terminal do ribeiro de Bestança (ou de São Martinho), no seu caminho rumo ao rio Douro. É o local ideal para assistir ao pôr-do-sol nas encostas do Douro.

2. Fundação Eça de Queiroz


Sediada numa propriedade pertencente à família da mulher de Eça, e que este recebeu em herança e imortalizou como Quinta de Tormes em ‘A Cidade e as Serras’, foi transformada em museu dedicado a um dos grandes nomes da literatura portuguesa. Venha descobrir o lado pessoal de Eça de Queiroz.

3. Mosteiro de Santa Maria de Carquére


Edificado na encosta norte do maciço de Montemuro, quase à vista do Douro, o complexo monástico de Cárquere exibe um notável conjunto arquitectónico e artístico. Venha descobrir os mistérios do culto mariano e a ligação deste mosteiro aos primeiros anos da nacionalidade portuguesa.

4. Restaurante Tormes


Junto à casa da Fundação Eça Queiroz, tem como especialidade as ementas queirosianas. Venha experimentar alguns dos pratos mencionados em diferentes obras do escritor e delicie-se, tal como as personagens de Eça de Queiroz, com a rica gastronomia do Douro e deixe-se encantar pelo estilo queirosiano.

5. Serra de Montemuro


Amorim Girão, geógrafo português, chamou-lhe “a mais desconhecida serra portuguesa” e, embora muito tempo tenha passado, a realidade continua a ser esta. A serra está cheia de pequenos encantos, belas aldeias e paisagens deslumbrantes. Deixe-se encantar por este bocadinho do nosso território e pela simpatia das suas gentes. Deixe-se levar pelo ritmo de vida rural e dê um pequeno passeio nas aldeias perdidas na serra.

6. Ponte da Panchorra


Na Serra do Montemuro, a zona verde perto da ponte da Panchorra, próximo da aldeia da Gralheira, é um óptimo local para desfrutar da natureza e fazer um piquenique. A Ponte era destinada a suprir as necessidades de acesso da comunidade da Panchorra aos seus terrenos agrícolas e silvícolas. Foi um dos sítios mais bonitos que visitámos na nossa Rota do Românico.

7. Douro Royal Valley Hotel & Spa


Entre Ribadouro e a Pala, este novo Douro Royal Valley Hotel and Spa alia glamour e requinte à tradição do Douro. Debruçado sobre o rio, todos os quartos do hotel têm vista sobre o Douro, criando um ambiente mágico. Os quartos são muito espaçosos e confortáveis tendo tudo o que se necessita para passar uns bons dias no Douro. A piscina exterior, ou então a piscina interior aquecida, aliada ao extenso Spa, é o remédio certo para os corpos cansados de viajar pelo Douro Inferior. Este é um dos melhores lugares para se alojar no Douro.

8. Restaurante A Casa do Almocreve


O restaurante A Casa do Almocreve é o local ideal para provar os pratos típicos da região de Baião. O restaurante está localizado num espaço muito acolhedor, com paredes de pedra granítica, uma bela lareira e uma pequena lojinha de produtos regionais e tradicionais, o local é muito agradável. Toda a comida é deliciosa mas as especialidades são o anho e a vitela assados em forno de lenha. Um dos lugares obrigatórios para comer bem no Douro.

9. Igreja de São Cristóvão de Nogueira


Belíssima igreja, situada nas encostas do Douro, com vistas soberbas. Mas não se deixe ficar pelo exterior. O interior da igreja é dos mais belos exemplares portugueses, cheio de encantos e tesouros para descobrir.

10. Restaurante A Ver o Douro


O restaurante A Ver o Douro situa-se em Paços de Gaiolo, no concelho de Marco de Canaveses. Como o próprio nome indica, venha desfrutar da esplanada com vista sobre o Douro e renda-se à magnificência da paisagem. Mas a comida não fica atrás. Aprecie a comida tradicional portuguesa nortenha, regada com vinho da região. A carne arouquesa é a especialidade.