Porém, as suas vistas deslumbrantes sobre o mar Adriático, as ruas medievais pavimentadas a mármore branco, quase espelhado, e as muralhas que envolvem todo o casario antigo fazem com que todos os que visitam cidade, mesmo desconhecendo a popular trama de "Guerra dos Tronos", não saiam decepcionados.

1. As muralhas


As muralhas de Dubrovnik são motivo de orgulho para a cidade. Construídas entre os séculos XIII e XVI, estão ainda hoje incrivelmente bem preservadas. Continuamente ampliadas e fortalecidas ao longo da sua história, nunca foram trespassadas por um exército inimigo, destacando-se entre algumas das maiores fortificações alguma vez construídas.

As muralhas estendem-se por 1.940 metros, envolvendo toda a cidade velha. E, apesar de surgirem frequentemente em diversos episódios da série, são infinitamente mais impressionantes ao vivo.

Nenhuma visita à cidade estaria completa sem um passeio pelas muralhas - e nada supera a vista do topo, especialmente ao entardecer, quando poderá desfrutar de uma das melhores perspetivas sobre os telhados de King's Landing e o Mar Adriático.

2. Torre de Minčeta


Formando um quadrilátero irregular, as muralhas da cidade são encabeçadas, em cada um dos seus vértices, por uma fortaleza. Guardando a extremidade norte da Cidade Velha está, no seu ponto mais alto, a imponente torre medieval de Minčeta, originalmente construída no século XIV.

Torre de Minčeta
créditos: Rndmst | Dreamstime.com

O nome da torre deriva do nome da família Menčetić, que possuía o terreno no qual a torre foi construída. Devido à sua altura e volume notáveis, é muitas vezes considerada o símbolo da cidade, oferecendo vistas magníficas sobre a Cidade Velha. Na série, este lugar representa a House of the Undying, onde Daenerys se dirige na tentativa de recuperar os seus dragões depois de estes terem sido roubados.

3. Porta de Pile


Localizado na vertente oeste da muralha, a porta de Pile é uma das principais entradas da cidade. Construída em 1537, é a entrada mais movimentada e um ponto de partida natural para qualquer visita a Dubrovnik. Ainda hoje, não é difícil imaginar o momento na história em que a ponte levadiça era içada todas as noites, numa cerimónia que culminava com a entrega das chaves da cidade ao governador. Hoje em dia, o portão permanece aberto, acolhendo todos os visitantes.

Sinta-se como um rei ou rainha por um dia e atravesse a ponte de pedra em direção à Cidade Velha. Observe atentamente o arco Renascentista, sobre o qual se encontra a estátua de São Brás, santo padroeiro da cidade, dando as boas-vindas a quem visita Dubrovnik.

Um vez transposto o portão, reconhecerá o lugar onde a corte real foi atacada pela multidão faminta, depois de acompanharem a princesa Myrcella ao barco que a levaria a Dorne. Apesar de acompanhado por apenas alguns guardas, o rei Joffrey ordena impetuosamente que os seus soldados dizimem a multidão, provocando um motim.

4. Rua de São Domingos


Serpenteando ao longo da Cidade Velha, lado-a-lado com a muralha, a rua de São Domingos é uma das mais charmosas de Dubrovnik. De um lado, as muralhas, alteando-se sobre a rua e os seus transeuntes, e do outro, os imponentes edifícios de traça medieval, com as suas pitorescas portadas verdes.

Nesta rua fica também o impressionante mosteiro dominicano do século XIV, que durante séculos desempenhou um papel determinante na vida cultural da cidade. O belo claustro gótico e a igreja, ricamente decorada no interior, justificam definitivamente uma visita.

A escadaria externa que conduz à porta sul da igreja será, muito provavelmente, reconhecida pelos fãs de Guerra dos Tronos, pois foi aqui que ocorreu o protesto contra os Lannisters, bem como muitas outras cenas do mercado de King’s Landing.

5. Escadaria Jesuíta


Esta escada está, gradualmente, a tornar-se numa das mais famosas do mundo desde que Cersei Lannister as percorreu, despida e humilhada publicamente, em punição pelo adultério cometido.

Fazendo lembrar os degraus romanos da Praça de Espanha, esta bela e elegante escadaria barroca conduz os transeuntes até à Igreja Jesuíta de Santo Inácio de Loyola e ao Colégio Jesuíta do século XVII.

Escadaria Jesuíta
créditos: Michael Paschos | Dreamstime.com

Aquando da sua construção, vários edifícios foram demolidos, dando lugar ao complexo barroco mais representativo da cidade. A igreja é especialmente deslumbrante, decorada com frescos que retratam momentos da vida do seu padroeiro. O seu campanário alberga também o sino o mais antigo de Dubrovnik.

6. Fortaleza de Lovrijenac

Red Keep - residência real de King's Landing - é, no mundo real, a Fortaleza de Lovijenac. Foi aqui que ocorreu o torneio em honra do rei Joffrey, bem como onde Cersei Lannister confiou a Petyr Baelish a tarefa de descobrir Arya.

Construída fora das muralhas da cidade, sobre uma rocha de 37 metros de altura com vista para o mar, esta fortaleza destaca-se pelo papel importante que desempenhou na longa disputa da cidade de Dubrovnik face ao poder veneziano. De formato triangular, a espessura das paredes voltadas para o exterior atinge os 12 metros, enquanto a fachada defronte à cidade possui propositadamente apenas 60 centímetros de espessura, isto para que, caso a Fortaleza fosse tomada pelo inimigo, pudesse ser facilmente destruída a partir do interior da cidade.

Sobre a entrada principal encontra-se a famosa inscrição, gravada na pedra, na qual se pode ler, “Non Bene Pro Toto Libertas Venditur Auro”, ou seja, “a liberdade não pode ser vendida nem por todo o ouro do mundo“ — os fãs de Guerra dos Tronos irão compreender.

7. Arboreto de Trsteno


Se quiser passear pelos exuberantes jardins de King's Landing, terá que visitar o Arboreto de Trsteno, localizado na povoação do mesmo nome, uma pequena aldeia a uma curta distância de apenas algumas dezenas de quilómetros de Dubrovnik.

Criado como parque e a residência de verão da família Gozze no final do século XV, o Arboreto de Trsteno é um dos mais antigos jardins botânicos do mundo.

A sua coleção de árvores e arbustos exóticos e decorativos, muitos não originários da Croácia, inclui mais de 300 espécies, aqui plantadas após a família Gozze ter solicitado a capitães de navios que trouxessem, no regresso das suas viagens, sementes e plantas de lugares distantes.

Arboreto de Trsteno
créditos: Tuomaslehtinen | Dreamstime.com

Outros pontos impressionantes incluem as pérgulas, envoltas em frondosa vegetação, e miradouros, que oferecem vistas desimpedidas sobre o mar, também usados como cenário para os momentos em que Olenna Redwyne e Varys conspiram contra Petyr Baelish e em que Sansa se encontra com Lady Olena.

8. Hotel Belvedere


O luxuoso Hotel Belvedere, em tempos de cinco estrelas, foi destruído em 1991 durante um cerco de vários meses que massacrou a cidade, mas que veio a culminar na independência da Croácia face à antiga Jugoslávia. Durante esse período, dezenas de refugiados procuraram abrigo no Hotel Belvedere.

Em tempos um dos mais impressionantes complexos de luxo do Adriático, tem permanecido abandonado desde então. Durante anos, turistas e moradores locais visitavam o local em busca de um refúgio, longe da cidade movimentada, desfrutando das suas praias desertas, quase privativas.

No entanto, recentemente adquirido pelo milionário russo Viktor Vekselberg, o edifício abandonado dará futuramente lugar a um hotel ultra-luxuoso, construído sobre as ruínas do antigo complexo.

O hotel foi recentemente utilizado como cenário para a tão esperada batalha entre Oberyn e A Montanha, filmada no anfiteatro exterior do hotel com vista para o mar azul-turquesa de Dubrovnik.

9. Ilha de Lokrum


Localizada a apenas algumas centenas de metros da costa de Dubrovnik encontra-se a ilha de Lokrum. Facilmente acessível através de uma curta viagem de barco, partindo do antigo porto da cidade, esta ilha exuberante é pequena em dimensão, menos de um quilómetro de largura, mas rica nos vários atrativos que tem a oferecer aos seus visitantes.

Em Lokrum poderá encontrar um lago salgado que se une ao mar aberto, destino favorito entre os nadadores, a par das suas praias naturistas, ideais para quem pretende camuflar as típicas marcas do fato-de-banho. Aprecie as plantas exóticas e os pavões que vagueiam pela ilha, ambos introduzidos pelo arquiduque Maximiliano no século XIX.

O arquiduque austríaco - e breve imperador do México - teve também uma casa na ilha, construída sobre as ruínas de um mosteiro beneditino do século XV, que justifica ainda uma visita.

Na série Guerra dos Tronos, Lokrum transforma-se na cidade de Qarth, com o mosteiro fazendo as vezes da House of the Undying.

10. Loja de souvenirs


Entre na loja de souvenirs especialmente pensada para todos os fãs de Guerra dos Tronos e tire uma fotografia na famosa réplica do Trono de Ferro, depois de comprar uma das muitas peças de memorabilia e vestuário temáticas. Encontrará esta pequena loja num recanto escondido de uma das muitas escadarias íngremes (rua Boškovićeva) que ladeiam a principal artéria da cidade. Percorrendo estes becos, escada-acima e escada-abaixo, não será difícil compreender porque Dubrovnik oferece o cenário perfeito a King’s Landing.