Por Inês Gens Mendes

Planeie (e pense no perfil e nas preferências de quem viaja consigo)

Independentemente do tempo que vai ter disponível e de se está alojado num dos hotéis do resort ou a dar um salto no meio de uma viagem a Paris, é importante planear para aproveitar ao máximo a visita aos parques. E com planear não queremos dizer “organizar tudo ao milímetro e estragar a magia da descoberta espontânea”, mas sim ter a noção do espaço que o espera e do perfil do seu grupo de viajantes para perceber como navegar melhor no terreno.

Disneyland Paris faz 25 anos: 40 datas para recordar na história do parque
Disneyland Paris faz 25 anos: 40 datas para recordar na história do parque
Ver artigo

A Disneyland Paris tem dois parques, o Parque Disneyland e os Walt Disney Studios, e, regra geral, é sempre boa ideia começar pelo primeiro. Se outras razões não houvesse bastaria a óbvia: a primeira coisa que se quer ver quando se chega à Disneyland Paris é o castelo da Bela Adormecida. Ver aquele que é, porventura, o símbolo mais icónico dos parques garante entusiasmo e energia para o resto do dia. Mas essa não é a única razão: o segundo parque, inagurado em 2002, tem muito mais espetáculos sentados que são geralmente uma boa opção para uma segunda parte do dia, principalmente para quem vai com crianças mais pequenas que, depois de algumas horas a caminhar, já acusam cansaço. Se tiver vários dias disponíveis pode, é claro, passar um dia inteiro num parque e outro dia noutro.

Vai em família? Com crianças? Em casal? Com um grupo de amigos? Tudo isto importa para o planeamento. Algumas atrações, como as montanhas-russas, têm uma altura mínima requerida e será bom saber à partida onde os seus filhos podem ou não entrar. E, claro, num grupo de amigos é sempre bom saber se todos gostam de emoções fortes ou se alguém prefere passar ao lado de atrações mais emocionantes. Enquanto uns vão a uma montanha-russa, outros podem aproveitar o tempo noutra atração ou a explorar detalhes do parque.

Disneyland Paris
créditos: Disneyland Paris

Acordar cedo e aproveitar as "Extra Magic Hours”

Este é um dos benefícios disponíveis apenas para os visitantes alojados num dos hotéis do Disneyland Resort e vale bem a pena aproveitá-lo. Em dias selecionados, o Parque Disneyland - e ocasionalmente o Parque Walt Disney Studios - abre duas horas mais cedo para os hóspedes dos hotéis. Isto significa que, na maior parte dos dias, poderá entrar no parque às 8h da manhã e aproveitar duas horas sem enchente de maior para uma visita mais descontraída, para tirar as melhores fotografias com vista para o castelo e para andar em algumas atrações abertas antes da hora normal.

A única desvantagem? Tem de acordar muito cedo para conseguir realmente tirar proveito do privilégio. Mas, se na lista de atrações abertas estiver, por exemplo, “Peter Pan’s Flight”, já vai valer a pena ligar o despertador.

As "Extra Magic Hours” são habitualmente indicadas em programas disponíveis no local e não é anunciada a lista de atrações abertas, embora habitualmente ela conte com as seguintes: Dumbo the Flying Elephant; Peter Pan's Flight; Mad Hatter's Tea Cups; Le Carrousel de Lancelot; Buzz Lightyear Laser Blast e Space Mountain. Se tiver dúvidas sobre se estas horas extra de visita estão disponíveis nas datas da sua visita, esclareça junto da recepção do seu hotel.

Fast Pass: Tire um bilhete e volte mais tarde

A regra é simples: se uma atração tem Fast Pass e a fila normal tem mais de dez minutos de espera, então use o serviço. E não, não paga mais por isso.

O Fast Pass é o sistema da Disneyland Paris para evitar enormes aglomerados em atrações muito procuradas e diminuir o tempo de espera dos visitantes nestas mesmas atrações. Nem todas têm o serviço disponível mas, nas que têm, vai encontrar à entrada uma zona com máquinas onde poderá colocar o seu bilhete do parque e, assim, recolher um bilhete Fast Pass. O seu bilhete dir-lhe-á em que intervalo horário deverá regressar à atração e, a essa hora, poderá entrar pela fila Fast Pass, que tem um número controlado de visitantes por intervalo de tempo e, portanto, terá sempre uma fila muito menor do que a do acesso normal. Abaixo encontra a lista de atrações com este serviço disponível.

Parque Disneyland: 

  • Indiana Jones and the Temple of Peril, Adventureland
  • Space Mountain, Discoveryland
  • Buzz Lightyear Laser Blast, Discoveryland
  • Big Thunder Mountain, Frontierland
  • Peter Pan's Flight, Fantasyland
  • Star Tours, Discoveryland
Walt Disney Studios:
  • Rock'n'Roller Coaster starring Aerosmith, Backlot
  • The Twilight Zone Tower of Terror, Production Courtyard
  • Flying Carpets over Agrabah, Toon Studio
  • Ratatouille, Toon Studio
Personagens Disney: Tente conhecê-las no hotel ou em restaurantes

As personagens Disney fazem parte da experiência e estão diariamente em vários pontos dos parques. Não há visitante que não queira um abraço ou uma fotografia com a sua personagem preferida mas, se tentar fazê-lo dentro dos parques, arrisca-se a perder bastante tempo em filas. Muitos hotéis têm personagens disponíveis num local designado à hora do pequeno-almoço e vários restaurantes, nos hotéis ou nos parques, têm refeições com personagens Disney. Não só perderá menos tempo se as conhecer desta forma, como provavelmente terá mais atenção por parte das personagens, que ali têm menos visitantes à sua espera.

Disneyland Paris
créditos: Disneyland Paris

Comer fora de horas

Comer na Disneyland Paris: Da fast food aos almoços com princesas
Comer na Disneyland Paris: Da fast food aos almoços com princesas
Ver artigo

Nem sempre é fácil seguir esta dica, principalmente se viajar com crianças, mas, se tiver a flexibilidade para almoçar fora da “hora de ponta”, seja em restaurantes de fast food ou em outros para que não tenha reserva, almoçar depois das 14h00 pode fazer com que ganhe tempo.

Filas "Single riders"

Algumas atrações da Disneyland Paris têm uma fila específica para “single riders”, ou seja, para visitantes que querem ir a uma atração sozinhos ou não se importam de separar o seu grupo para ganhar algum tempo. A fila é consideravelmente mais pequena do que a fila normal, já que, a maioria dos visitantes quer manter o seu grupo reunido e há sempre algum lugar que sobra em cada carro ou carruagem. As seguintes atrações têm este serviço disponível: Space Mountain, Crush’s Coaster, Toy Soldiers Parachute Drop, Toy Soldiers Parachute Drop, Ratatouille: L'Aventure Totalement Toqué de Rémy.

"Baby switch": Dois adultos com crianças não têm de esperar duas vezes na fila

Se dois adultos estiverem a visitar os parques com crianças pequenas e sem altura suficiente para andar nas atrações mais emocionantes, um pode ficar a tomar conta das crianças enquanto o outro vai andar e, no fim, trocar de lugar com ele sem ter de voltar a esperar na fila. Basta perguntar a um “castmember" à entrada de uma destas atrações se pode usar o "Baby Switch". Geralmente, o primeiro adulto vai para a fila normal, enquanto o segundo é levado até à saída da atração. Quando o primeiro adulto estiver a sair, o segundo poderá tomar o seu lugar sem ter de voltar a passar pela fila.

Um bom lugar para os espetáculos

Os espetáculos ao ar livre, como o desfile diário ou o espetáculo noturno do Parque Disneyland, são parte importante da visita à Disneyland Paris. Para conseguir um bom lugar, deve chegar cerca de 30 minutos antes do início de cada espetáculo.

Mesmo que adore montanhas-russas, não perca as atrações clássicas

Se acha que algumas atrações menos emocionantes são só para crianças, desengane-se. Mesmo que não viaje com crianças não perca uma visita a símbolos do parque como “Peter Pan’s Flight” ou “It’s a Small World”. As “thrill rides” (termo usado para designar as atrações com emoções mais fortes, como as montanhas-russas) são parte importante da experiência mas não são a única coisa que vai querer levar nas memórias da sua viagem.

Nem tudo está nas atrações

A Disneyland Paris não é apenas um somatório de atrações. Perca tempo a visitar descontraidamente as áreas exteriores e interiores do parque, já que estão carregadas de pormenores e segredos a não perder. E não queira correr de atração em atração. Saiba que, por exemplo, muita gente passa ao lado do dragão que está nas catacumbas do castelo e que a Main Street U.S.A. tem detalhes imperdíveis em cada fachada: há vários nomes de peso da história da Disney inscritos nas janelas, no consultório do dentista ouve-se uma broca e alguém a gritar, e noutro edifício ouve-se alguém a cantar enquanto toma duche. Para além disso, a atenção ao detalhes nos “nossos” edifícios dos parques é notoriamente maior do que, por exemplo, nos parques americanos. Afinal, na Europa, era preciso um castelo que impressionasse quem já tem muitos para visitar.

O que não pode mesmo (mesmo) perder

Para celebrar o 25º aniversário, foi lançada recentemente uma nova versão do espetáculo noturno do Parque Disneyland: o Illuminations. Mesmo que esteja a morrer de cansaço e a pedir cama, descanse um pouco e volte para ver o espetáculo que acontece diariamente na hora de fecho do parque. É uma viagem pela história dos mais célebres filmes Disney, num espetáculo com lasers, projeções de água e muito, mesmo muito, fogo-de-artifício. Para os fãs da galáxia muito distante, até já conta com um momento “Star Wars”.

Disneyland Paris - 25 anos
créditos: Disneyland Paris