Existem atualmente 24 estações náuticas classificadas em Portugal, sendo que oito delas estão localizadas na zona centro: Castelo de Bode, Oeste, Vagos, Ílhavo, Murtosa, Aveiro, Estarreja e Ovar. As diferentes Estações Náuticas oferecem diferentes atividades, algumas cheias de adrenalina como o Wakeboard, até tranquilos passeios de barco em águas calmas. A par de tudo isso, existem as tradições e os saberes e ofícios seculares que continuam a sobreviver. Existe apenas um elemento que une tudo isto: a água. Ora doce, ora salgada; ora calma, ora agitada. Como local de diversão ou de trabalho árduo, a água é o grande elemento de ligação deste projeto.

Estação Náutica de Castelo de Bode

Nas águas calmas da Albufeira de Castelo do Bode é possível fazer diversas atividade aquáticas, como Stand-up Paddle, canoagem ou simplesmente fazer um passeio de barco entre a praia fluvial do Trízio e a Praia Fluvial de Fernandaires. Quem quiser preferir atividades com mais adrenalina pode optar pelo Wakeboard, que é uma forte aposta, sendo Castelo de Bode a primeira estância do mundo, com cinco pontos de cable systems diferentes. Além das atividades aquáticas, Castelo de Bode oferece uma das mais incríveis paisagens naturais para explorar.

Estação Náutica de Castelo do Bode  - Wakeboard
Foto: Joaquim Pedro Santos

Estação Náutica do Oeste

A Estação Náutica do Oeste integra os municípios de Alcobaça, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Óbidos, Nazaré, Peniche, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras. O território tem mais de 90 quilómetros de orla costeira, ao qual se acrescenta a Lagoa de Óbidos, que é o sistema lagunar costeiro mais extenso da costa Portuguesa e possui uma área total aproximada de 6.9 km².

Estação Náutica do Oeste - Experiência Surf no Baleal
Foto: Susana Sousa Ribeiro

Existem várias atividades disponíveis, seja um passeio de barco até às Berlengas ou uma aula de surf na Praia do Baleal, em Peniche. Nas águas calmas da Lagoa de Óbidos, a Escola de Vela da Lagoa oferece uma longa lista de atividades que incluem Windsurf, Catamaran, Kitesurf, Paddleboard e Canoagem.

Museu (Vivo) do Peixe Seco: A tradição ancestral e a força inabalável das mulheres da Nazaré
Museu (Vivo) do Peixe Seco: A tradição ancestral e a força inabalável das mulheres da Nazaré
Ver artigo

Como a ligação de Portugal ao mar é muito anterior à existência de desportos aquáticos, na Nazaré, o Museu (vivo) do Peixe Seco é local de paragem obrigatória. Trata-se de projeto da Câmara Municipal da Nazaré tem como principal objetivo a preservação da tradição ancestral da seca de peixe no areal da praia da Nazaré. Nele é possível visitar a antiga lota da Nazaré onde é conta a história desta tradição, mas também conviver diretamente com ela, na areia da praia. As simpáticas vendedoras do peixe seco estão disponíveis para conversas e para explicar todo o processo. Também é possível caminhar por entre os estandartes de peixe a secar na areia e ver como tudo acontece. Uma experiência enriquecedora a não perder.

Estação Náutica de Aveiro

Sendo a cidade dos Canais e muitas vezes referida como a Veneza Portuguesa, a cidade de Aveiro tem uma ligação de enorme proximidade com a água, dispondo de uma oferta integrada e diversificada de atividades náuticas. Uma das possibilidades é ter uma experiência de canoagem nas águas calmas da Fonte Nova. Além disso, os passeios de moliceiro pela ria são uma experiência muito agradável, permitindo desfrutar da beleza arquitetónica da cidade a bordo de um dos seus grandes símbolos culturais.

Estação Náutica de Vagos

O concelho de Vagos possui uma extensa costa marítima e uma vasta zona de águas interiores que atravessam o seu território. A proximidade entre os diversos locais, os bons acessos, as boas condições de acessibilidade com reduzidas barreiras físicas à mobilidade e a existência de infraestruturas e equipamentos náuticos, favorecem a diversificação entre as ofertas náuticas existentes. Na praia da Vagueira Sul, por exemplo, é possível ter aulas de Surf, Bodyboard, Longboard...

Estação Náutica de Vagos - Experiência de Surf na praia da Vagueira Sul
Foto: Susana Sousa Ribeiro

Estação Náutica de Ílhavo

Com sete quilómetros de costa atlântica, as carismáticas praias da Barra e da Costa Nova e os canais da Ria, Ílhavo está intimamente ligada à atividade aquática.  O Mar por Tradição é, como em nenhum outro poderia ser, o lema do Município de Ílhavo e há muitas actividades aquáticas para aproveitar nesta Estação Náutica. O  Clube Náutico Boca da Barra - CNBB oferece uma experiência com barco à vela, perfeita para apreciar as casas coloridas da Costa Nova de um novo ângulo.

Estação Náutica da Murtosa

No coração afetivo e geográfico da Ria de Aveiro, numa área de grande riqueza paisagística e ambiental, Murtosa possui uma ancestral relação com a água. Em Murtosa é possível fazer um passeio num barco moliceiro à vela, de forma tradicional. Além disso, é possível assistir à sua construção no Estaleiro de Construção Naval Tradicional do Mestre José Rito, que trata da construção e recuperação dos moliceiros. A pinturas, as ilustrações e bom humor dos moliceiros são da responsabilidade de José Oliveira, artista que decora as embarcações há 30 anos.

Estação Náutica da Murtosa - Estaleiro de Construção Naval Tradicional
Foto: Susana Sousa Ribeiro

Estação Náutica de Estarreja

Em Pardilhó é possível visitar o Estaleiro de Construção Naval do Mestre António Esteves e aprender, com quem sabe, alguns dos segredos da construção naval. Aos 80 anos é um dos últimos mestres de escola tradicional em actividade e tem muitas histórias para contar. Na Ribeira da Aldeia, em Pardilhó, irá nascer o futuro Centro de Interpretação da Construção Naval que, além de espaço museuológico, permitirá atividades de construção naval de embarcações tradicionais, entre outras atividades.

Estação Náutica de Ovar

Com uma localização de excelência, Ovar oferece planos de água fascinantes e desafiantes. Localizado no Cais do Puchadouro, freguesia de Válega, o Centro Náutico da Ria de Ovar promove a recolha e arquivo de depoimentos, fotografias e documentos relacionados com a génese e desenvolvimento da vela de recreio. A sede localiza-se num antigo armazém de sal, junto ao cais do Puchadouro, terminal de um dos braços da Ria de Aveiro e que durante o século XX movimentava pessoas e mercadorias.

Nautical Portugal

Na sequência do projeto Portugal Náutico, foi criado o Grupo Dinamizador do Portugal Náutico, que se propõe dinamizar a fileira do turismo náutico, tendo avançado com o desenvolvimento, promoção e certificação das Estações Náuticas em Portugal.

António José Correia créditos: JPS

Nesse âmbito, foi lançada a plataforma Nautical Portugal onde estão reunidas informações sobre as 24 estações náuticas certificadas no país. António José Correia, fundador do projeto, espera que até março do próximo ano sejam cerca de 30 a integrar a lista. Segundo o fundador, esta é uma forma de valorizar o mercado interno e transformar o turismo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.