O jornal britânico Daily Mail dedicou um artigo à Comporta e não poupou os elogios. "À primeira vista, o chamado resort mais elegante da Europa, o retiro mais chique de Portugal, o equivalente em Lisboa aos Hamptons, parece não ser nada de extraordinário".  A publicação explica que na Comporta não existem brilhos, ou luxos, "não há nenhuma loja Dolce & Gabbana ou restaurante Nobu". Não há luxo ou riqueza excessiva,  apenas uma coleção modesta de habitações de trabalhadores revestidas a cal, com telhados de colmo e um único piso e pintadas, na sua maioria, de azul.

A Comporta é tão discreta que, segundo a publicação, "quase desaparece". O que pode explicar porque é que José Mourinho, Nicolas Sarkozy, Carla Bruni e Madonna - pessoas famosas que não gostam de paparazzi - são visitantes frequentes durante as férias de verão.

Casa Cultura Comporta
Casa Cultura Comporta

Um armazém na Rua do Secador foi transformado na Casa da Cultura da Comporta, um moderno mercado de lojas pop-up de marcas nacionais e cafetarias artesanais. Em frente, o Cavalariça Comporta, "um moderno restaurante com iluminação industrial chique". O minimercado Mercearia Gomes tem uma grande secção sem glúten.

Apesar das muitas lojas, incluíndo a Stork Club, uma loja de móveis vintage, propriedade do designer de interiores da Yves St. Laurent, Jacques Grange, as as pessoas não vêm à Comporta para fazer compras, mas sim para desfrutar do "ritmo de vida mais lento, da comida e da serenidade do Atlântico, mas principalmente da praia verdadeiramente espectacular".

O artigo relembra ainda que, no verão passado, Madonna, partilhou no Instagram mostrou um vídeo - aparentemente feito por drones -  a galopar pelas planícies de areia da Comporta."Isto é Portugal. Isto é o paraíso" lê-se na legenda da publicação cinematográfica de cantora.

A praia que atravessa a Comporta é como "as Hébridas Exteriores mais puras, mais nuas e mais costeiras, que só se encontram em linha reta, banhadas por céus azuis e sob o sol quente".

"Cinco anos depois da ruína financeira, a Comporta tem como objetivo preservar seu património ambiental e cultural, crescendo como modelo para o turismo sustentável enquanto ainda opera como uma propriedade agrícola", lê-se no artigo assinado por Simon Mills.

Onde ficar?

Embora não existam grandes cadeias de hotéis na Comporta, o jornalista dá algumas sugestões de locais onde ficar.  Os visitantes podem alugar propriedades através de sites especializados como o Alma da Comporta. Outra opção é a recém-inaugurada Quinta da Comporta, um hotel boutique de bem-estar com 73 quartos ou Casas Na Areia, uma aldeia de quatro casas à beira-mar com telhado de palha. Outra opção é o Sublime Comporta: inaugurado em 2014, a antiga propriedade privada é agora um retiro de 34 quartos que inclui um jardim.

Para desfrutar da Praia do Pego, ao estilo alentejano, prepare-se como Madonna e alugue um cavalo no Cavalos da Areia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.