O Évora Hotel criou a rota ‘Família Natureza’, um guia que propõe conhecer a Natureza Viva existente no Alentejo, através da observação de espécies selvagens da região. Este guia é partilhado com os hóspedes do Évora Hotel, a pedido, na receção do hotel.

Um safari no Alentejo

O Monte Selvagem é a das principais paragens desta rota. Este local encontra-se a 45 minutos do Évora Hotel, em Lavre. Trata-se de uma reserva natural de 20 hectares, onde é possível observar cerca de 300 animais de 70 espécies selvagens. O Monte Selvagem é um dos mais característicos espaços nacionais de alojamento e proteção da biodiversidade e de contacto com o meio natural, tendo sido já distinguido com diversos prémios. 

créditos: (c)Vitor Sousa

Neste espaço, os visitantes podem também aprender sobre a alimentação dos animais, reprodução e ciclo de vida das mais variadas espécies, desse jibóias, avestruzes ou zebras. É também possível experimentar atividades como saltar num trampolim gigante, explorar casas em árvores, fazer slides e andar em escorregas. 

Descobrir as profundezas do Interior no Fluviário de Mora

Se as crianças preferirem animais marinhos, Fluviário de Mora é a resposta à sua viagem. Este espaço, aberto em 2006, é o primeiro grande aquário de água doce da Europa, onde é possível conhecer 70 espécies e diferentes habitats, muitos deles em risco de extinção e outros já inexistentes nos rios de Portugal. Lontras, trutas, saramugos ou o esturjão são algumas das espécies que habitam o espaço.

Caso a hora de almoço se aproxime, a Rota ‘Família Natureza’ aconselha diversos restaurantes familiares nas redondezas, onde se podem experimentar alguns pratos regionais, como as migas de espargos com carne de porco de alguidar.

História de Arraiolos representa a imponência do Alentejo

Do Fluviário de Mora a Arraiolos são 32 quilómetros. Ao chegar, rapidamente se avista o Castelo de Arraiolos, também conhecido como Paço dos Alcaides. Este castelo é um dos raros castelos construído em planta circular. Foi mandado construir no início do séc. XIV por D. Dinis, que aqui residiu. É imperativo subir à torre de menagem com quatro andares para ver a vasta paisagem da planície alentejana. 

No centro da vila, encontram-se várias lojas de tapetes de Arraiolos, uma arte trabalhada nesta localidade há 400 anos e candidata a Património Imaterial da UNESCO. Antes de regressar ao hotel, a rota ‘Família Natureza’ aconselha ainda visitar a pastelaria local e deliciar-se com os pastéis de toucinho e as polcas.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.