Torre de Belém

A Torre de Belém (ou Torre de S. Vicente) é um ex-libris do património cultural português e uma das jóias da arquitetura do reinado de D. Manuel I. É possível visitar o terraço inferior e superior, o baluarte, a capela, as salas do governador e das audiências.

Mosteiro de Alcobaça

O Mosteiro de Alcobaça é a primeira obra plenamente gótica erguida em solo português, tendo sido começado em 1178 pelos monges da Ordem de Cister. É possível fazer uma visita virtual pelo claustro de D. Dinis, pela capela relicário e pela sacristia, além de visitar o túmulo de D. Pedro I e a sala dos reis.

Mosteiro da Batalha

Classificado pela UNESCO como Património da Humanidade desde 2007, o Mosteiro da Batalha, ou Convento de Santa Maria da Vitória é uma das maiores jóias arquitectónicas portuguesas, e também o símbolo mais marcante da Dinastia de Avis. Pode visitar o claustro de D. Afonso V, os telhados em forma de terraço, o claustro real e as capelas imperfeitas.

 Mosteiro da Batalha
Mosteiro da Batalha

Sé do Porto 

A Sé Catedral, um dos monumentos mais antigos da cidade, remonta ao século XII, e apresenta características de Arte Românica de influência francesa. É possível explorar os vários espaços do monumento através desta visita virtual a 360 graus.

Mosteiro dos Jerónimos

Construído no século XVI de acordo com o estilo Manuelino, o Mosteiro dos Jerónimos comemora os tempos áureos dos Descobrimentos Marítimos. É, desde 1983, Património da Humanidade da UNESCO. Nesta visita virtual é possível visitar o exterior do edifício, os claustros, os túmulos e, claro, a igreja.

Convento de Cristo

O Convento da Ordem de Cristo, cuja construção decorreu entre os séculos XII e XVII, integra alguns dos mais expressivos testemunhos da história da arquitectura portuguesa, como a Charola românica da igreja, o claustro de D. João III e a famosa janela manuelina da Sala do Capítulo. Na visita virtual pode também explorar o exterior do edifício e desfrutar da vista do muro.

Convento de Cristo
Convento de Cristo

Palácio Nacional da Ajuda

O Real Paço de Nossa Senhora da Ajuda, iniciado em 1796, é um edifício neoclássico que foi residência da família real portuguesa desde o reinado de D. Luís I (1861-1889) até ao final da Monarquia em 1910. Pode começar a visita virtual no exterior do edifício, passando depois para a biblioteca e sala do trono.

Panteão Nacional

O Panteão Nacional acolhe os túmulos de grandes vultos da História portuguesa e ocupa o edifício originalmente destinado para a igreja de Santa Engrácia. É possível visitar de forma virtual o exterior, o terraço, assim como a nave central, o coro alto e o Centro de Interpretação.

Palácio Nacional de Mafra

O Palácio Nacional de Mafra é composto pelo palácio, convento e basílica. A sua construção iniciou-se em 1717 por iniciativa do rei D. João V, em virtude de uma promessa que fizera em nome da descendência que viesse a obter da rainha D. Maria Ana de Áustria. Nesta visita, é possível explorar o piso térreo, o primeiro andar e a biblioteca, além do exterior do monumento.

 Palácio Nacional de Mafra
Palácio Nacional de Mafra

Teatro Nacional de São Carlos

Construído e inaugurado em finais do séc. XVIII, este edifício, que sofreu diversas intervenções ao longo da sua existência, tem características neoclássicas e de inspiração seiscentista e italiana. Foi concebido como teatro de corte para uma Lisboa aburguesada, revelando-se o primeiro do género a abrir ao público entre nós e pode ser visitado de forma virtual.

Palácio das Necessidades

Mandado construir por D. João V, começou por ser um convento no século XVIII e foi a única residência real que resistiu ao Terramoto de 1775. Atualmente é sede do Ministério dos Negócios Estrangeiros. Pode fazer uma visita virtual pelas várias áreas do edifício.

Palácio da Bolsa 

Com uma mistura de estilos arquitectónicos o edifício apresenta em todo o seu esplendor, traços do neoclássico oitocentista, arquitectura toscana, assim como o neopaladiano inglês e os seus diversos espaços podem ser visitados de forma virtual.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.