É uma cidade inesquecível, próxima a uma das maiores atrações da região: o mar Morto. Marcada pela construção em volta da antiga cidade de Jaffa, conhecer Telavive é entrar de perto na história.

Atualmente, é bastante acessível chegar até Telavive com vários voos a partir dos principais aeroportos nacionais. Esteja atento às promoções e deslumbre-se com esta surpreendente cidade israelita.

Veja aqui as nossas sugestões.

Cidade antiga de Jaffa

A atual cidade nasceu a partir do porto de Jaffa, ganhando vida enquanto a parte antiga da cidade perdia importância. Apenas durante este milénio, depois de uma aposta na recuperação desta parte da cidade, voltou a ganhar destaque. Em 2011, abriu portas um centro de visitantes, nele é possível ver a evolução da cidade ao longo dos anos e marcar passeios a pé por esta zona histórica. As pequenas ruas cheias de movimento tornam o ambiente único.

Cidade antiga de Jaffa

Jaffa Port

O antigo porto localizado no sul de Telavive, reza a história, é um dos mais antigos do mundo. Foi a partir daqui que a atual cidade de Telavive cresceu, tendo sido um porto estratégico do Mediterrâneo. Quando novos portos foram construídos nas últimas décadas na cidade, este porto continuou a ser usado principalmente por pescadores locais. Aproveite para depois de um passeio no porto conhecer o Jaffa Port Market, aberto em 2012 e com interessantes opções de gastronomia.

Jaffa Port

White City

Teve origem na construção dos edifícios por imigrantes alemães na década de 20 e 30, tornando-se património mundial da UNESCO em 2003. Localizada entre Allenby Street, no sul e o Yarkon River, no norte, ficou conhecida como a ‘cidade branca’ pela cor das fachadas. Foi restaurada nas últimas décadas e conta atualmente com vários restaurantes e lojas. Conheça a Rothschild Bourlevard, uma das primeiras ruas projetadas como um espaço público, com um agradável jardim que continua a ser utilizado pelos locais.

White City

Neve Tzedek

É um dos bairros mais antigos, atualmente marcado por uma atmosfera vibrante e movimentada. Tem sido recuperado nas últimas décadas, atraindo cada vez mais jovens que ali se fixam. Construído em 1887, foi o primeiro bairro judeu fora da cidade portuária de Jaffa. Marcado pelo estilo oriental, as ruas estreitas e pitorescas, onde proliferam lojas, restaurantes e galerias, transformam-no no local a estar para sentir o pulsar da cidade.

Neve Tzedek

Parque Hayarkon

É o maior parque da cidade, recebendo cerca de 16 milhões de pessoas por ano. Construído em 1973, é um dos melhores locais da cidade para relaxar, sendo atravessado pelo rio Yarkon. Entre os seis jardins que integram o parque, a dificuldade será escolher em qual deles demorar. Gan HaBanim, dedicado aos soldados, o Gan Nifga’ei HaTeror, dedicado às vítimas do terror, o Gan HaSlaim, dedicado às rochas, o Gan HaKajtusim, dedicado aos catos, o Gan HaGazum e o Gan HaTropi, de botânica tropical. São seis opções para uma tarde especial.

Parque Hayarkon

Tel Aviv Museum of Art

Inaugurado em 1932, é o maior museu de arte de Israel. Com uma vasta coleção que inclui artistas israelenses e artistas internacionais de várias épocas, como Cézanne, Dali, Monet, Rodin, Klimy ou Kadinsky. Aproveite para visitar o pavilhão Helena Rubenstein, um espaço dedicado à arte contemporânea israelense, marcada por mensagens políticas e sociais através da arte.

Tel Aviv Museum of Art

Mar Morto

A apenas 138 km de Telavive, o Mar Morto é uma das principais atrações da região. Localizado a 416 metros abaixo do nível do mar, tem uma quantidade de sal dez vezes superior à da média dos oceanos, o que permite flutuar sem qualquer esforço. Um pequeno paraíso onde a palavra de ordem é só uma: relaxar.

Mar Morto

Hatachana

Recentemente transformada num espaço público, a antiga estação de comboios de Jaffa manteve a arquitectura original enquanto alberga modernos cafés, restaurantes e lojas. A atmosfera histórica mantém-se, ou seja, irá deambular por um espaço construído em 1892 enquanto faz compras, por exemplo, no império de souvenirs Made in TLV.

Hatachana

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.