Férias pedem sol, praia, passeios, descobertas, vistas incríveis e, claro, uma cerveja gelada para animar a festa. No Rio de Janeiro encontra tudo isto, numa cidade apelidada de maravilhosa e com muitos encantos.

Comece já a procurar voos para o Rio de Janeiro, com a TAP.

Mergulhos na praia

É impossível falar do Rio de Janeiro sem mencionar a praia mais famosa e musa de Tom Jobim, a Praia de Ipanema. São mais de dois quilómetros de areia branca e mar azul. Não deixe de ir a uma das barraquinhas dos vendedores ambulantes para provar um mate ou sacolé. E no final do dia, é da praxe ir até à Pedra do Arpoador, onde o pôr do sol é digno de um bater de palmas por quem ali passa; uma tradição à qual não pode faltar.

A Barra da Tijuca é, com os seus 18 quilómetros de areia, outra das praias famosas do Rio de Janeiro. Aqui as ondas são um pouco mais fortes, daí que seja muito frequentada por surfistas.

Se prefere descobrir uma praia mais tranquila, tem a Praia do Farol, em Arraial do Cabo. Considerada uma das mais bonitas do Brasil, oferece uma paisagem verdadeiramente incrível e ótima para fazer mergulho sem necessidade de equipamento. As suas águas claras permitem ver facilmente a vida marinha. No entanto, tem alguns senãos… o acesso é feito através de barcos autorizados, a partir da Praia dos Anjos, e os visitantes só podem permanecer durante uma hora. A praia é controlada pela Marinha, o que coloca algumas restrições. Mas vale a pena, nem que seja pela descoberta.

praia brasil
O calçadão da praia de Ipanema, no Rio de Janeiro. créditos: Pixabay

Beber uma cervejinha gelada

Depois de um dia na praia, o que é que sabe melhor? Uma cerveja gelada, claro! E se acompanhada por uns petiscos e música, perfeito. Eis algumas sugestões de bares e restaurantes para o pós-praia.

Bar Urca: O mais recomendado é pedir uma cerveja e um petisco ao balcão e encontrar um espaço lá fora, que tem vista para o Cristo e a Baía de Guanabara. A parte de cima é restaurante, caso a fome aperte mais tarde.

Bar Bracarense: Ainda com areia nos pés, os locais e turistas acomodam-se na esplanada do Bar para beber não só a cerveja servida em copo alto, mas também para provar os seus petiscos que lhe deram fama.

Brewteco Barra: Um bar que tem no nome um trocadilho com a palavra em inglês “brew” (fermentar), tem à sua disposição diversas opções de cervejas artesanais do Rio.

Academia da Cachaça: Não é propriamente para beber cerveja, mas sim uma das bebidas mais típicas do Brasil. O espaço aberto oferece caipirinhas e mais de cem rótulos de cachaça para acompanhar a refeição ou um petisco típico da região.

cerveja
créditos: Pixabay

Passear nos parques

Parque Madureira

É o terceiro maior parque da cidade e oferece várias opções de lazer aos moradores da zona norte carioca e aos seus visitantes. Aqui podem praticar-se vários desportos, como basquetebol, vólei ou futebol, ou simplesmente passear por entre fontes e riachos. O parque tem dois espaços culturais, a Arena Carioca, onde decorrem apresentações culturais, e a Praça do Samba.

Quinta da Boa Vista

Um dos maiores parques urbanos da cidade, preserva os jardins e lagos criados pelo paisagista francês Auguste Glaziou, assim como outras referências históricas entre as quais se destacam o antigo palácio da família real, onde funcionava o Museu Nacional, ou o Templo de Apolo. De destacar ainda o bonito portão que hoje é a porta de entrada para os visitantes do Jardim Zoológico, um presente de casamento do Duque de Northumberland ao jovem casal D. Pedro I e D. Leopoldina. 

Quinta da Boa Vista
Quinta da Boa Vista créditos: Halley Pacheco de Oliveira

Subir às alturas

Morro do Pão de Açúcar

O Bondinho do Pão de Açúcar foi inaugurado em 1912 sendo o primeiro teleférico do Brasil e terceiro no mundo. Liga o Morro da Urca ao Morro do Pão de Açúcar. Lá do alto, é possível avistar a enseada de Botafogo, a orla de Copacabana e a entrada da Baía de Guanabara. No verão, aproveite para assistir a um espetáculo no anfiteatro localizado no alto do Morro da Urca, apreciando ao mesmo tempo as luzes da cidade.

Morro do Pão de Açúcar
créditos: Pixabay

Cristo Redentor

Um dos pontos turísticos mais procurados do Rio de Janeiro e considerada a maior e mais famosa escultura Art Déco do mundo, a estátua do Cristo Redentor foi desenvolvida pelo engenheiro Heitor da Silva Costa entre 1926 a 1931. Situado no Parque Nacional da Tijuca, a 710 metros acima do nível do mar, os visitantes podem apreciar belas vistas sobre a cidade. Para chegar aos  pés da famosa estátua, são 220 degraus. Mas valerá a pena!

Corcovado
créditos: Pixabay

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.