McKamey Manor foi apelidada de "casa assombrada mais assustadora" nos Estados Unidos. Tem espaços em Summertown, Tennessee, e Huntsville, no estado de Alabama, que pertencem a Russ McKamey. O local original ficava em San Diego, Califórnia, mas fechou.

Para entrar é necessário assinar um contrato de 40 páginas, fazer um teste de aptidão física, apresentar um atestado médico, ter uma palavra de segurança (password) e passar por uma verificação de antecedentes. É necessário ter 21 anos ou mais (ou entre 18 a 20 anos com a autorização dos pais), participar numa seleção através do Facebook, FaceTime ou chamada telefónica e, no dia da experiência, passar por um teste de drogas.

As imagens na galeria podem chocar os mais sensíveis.

Além disso, é necessário ver este vídeo antes de continuar com a experiência. É um filme que "mostra todos os participantes que já tentaram as experiências do McKamey Manor, de julho de 2017 a agosto de 2019", de acordo com a descrição do vídeo. É também feito o aviso a todos os possíveis interessados: "Cada passeio será diferente com base nos seus medos pessoais e pode durar até 10 horas. Cada visitante será desafiado mental e fisicamente até chegar ao seu ponto de ruptura."

O proprietário Russ McKamey  disse ao The Insider que oferece US $ 20.000 (cerca de 18 mil euros) a quem passar por toda a nova experiência, mas alertou que nunca ninguém o conseguiu. Segundo a WGN-TV o valor da entrada é um saco de comida de cão.

Demasiado Agressivo?

O espaço recebeu duras críticas. Muitos dizem que é uma câmara de tortura abusiva e 70% dos leitores do San Diego Union-Tribune classificaram a experiência como "extrema demais". Uma participante relatou a experiência ao jornal Nashville Scene e disse que teve de repetir a palavra de segurança durante vários minutos até que os funcionários parassem de a torturar, tendo acabado por ir para o hospital com ferimentos graves. Há relatos de que os participantes também podem ser drogados durante o desafio. Russ McKamey desmentiu tratar-se de uma câmara de tortura abusiva mas admitiu que um visitante teve um ataque cardíaco durante a experiência.

O Nashville Scene descreve o vídeo promocional de 2003: "visitantes cobertos de sangue a comer baratas, vomitar e a implorar para serem libertados de engenhocas macabras que parecem saídas diretamente da saga Saw". O site relata que o proprietário, Russ McKamey, tem um acordo com a polícia e avisa quando está prestes a fazer uma experiência. Segundo o site, outros desafios podem incluir estar submerso "numa vala lamacenta com alguns jacarés" ou "num tanque gigante cheio de moreias" que "envolvem o rosto" dos participantes. Além disso, é necessário comer insetos ou suportar ataques com armas como chicotes e taser.  O Huffington Post acrescenta outros horrores à lista, dizendo que a experiência pode incluir participantes a serem "cobertos de tarântulas ou trancados num caixão".

De acordo com o San Diego Union Tribune, Russ McKamey defendeu-se das acusações dizendo que tem imagens de tudo.  "Eu digo às pessoas que elas sofrerão cortes e contusões . É agressivo. Mas essas pessoas não se feriram como dizem", afirmou.

Para mais informações sobre a experiência e reservas pode consultar o site.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.