A subida vertiginosa ao Nariz do Diabo - uma rocha triangular gigante que se assemelha a um nariz -, no Equador, é uma das mais emblemáticas e perigosas viagens de comboio de todo o mundo. A excursão turística oferecida pela empresa Tren Ecuador liga as cidades de Alausí e Sibambe.

A linha de comboio tem apenas uma via e a viagem é feita através de passagens estreitas com vista para os vales. A viagem dura 30 minutos, percorrendo 12,5 km de forma tortuosa e inclinada, para vencer um desnível de 500 metros (descendo dos 2.300 metros acima do nível do mar para 1.800, ou vice versa). A descida (ou subida) vertiginosa  continua a ser considerada, atualmente, um impressionante trabalho de engenharia.

A linha ferroviária foi construída originalmente no início do século XX e reconstruída em 2011, depois do fenómeno meteorológico El Niño ter devastado a estrutura. Além disso, foram também colocadas em circulação novas carruagens, batizadas Tren Crucero, mais luxuosas e mais direcionadas aos turistas do que ao transporte diário da população local, como até então. O Tren Crucero foi reconhecido como o melhor comboio de luxo da América do Sul em 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018.

Para o comboio do Nariz do Diabo, as viagens diárias custam 30 euros por adulto e 20 para crianças até aso 12 anos e para a terceira idade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.