Visitar a província de Mie pode ser complicado, mas o local é uma mina de ouro de segredos antigos e pontos fotogénicos que valem a viagem. Na cidade de Ise, junto à costa, encontra-se um famoso marco romântico - a formação rochosa Meoto Iwa.

As duas rochas, conhecidas como Izanagi e Izanami, estão ligadas por uma corda grossa que amarra os "amantes". As pedras são vistas como uma representação de dualidades emparelhadas e começaram a ser chamadas de "rochas dos amantes" e as "rochas casadas".

A maior das duas pedras, Izanagi, tem nove metros de altura, e no seu topo há um pequeno torii, um portão que simboliza a passagem do sagrado para o profano. A menor, Izanami, tem pouco mais de três metros. A característica principal do local é a shimenawa, uma corda grossa feita com palha de arroz, de forma artesanal, que foi trançada de uma maneira específica que é sagrada para a religião xintoísta. A enorme corda envolve as duas pedras e pesa, pelo menos, uma tonelada. A corda é continuamente corroída pela água do mar e pelos elementos, mas é substituída três vezes por ano numa cerimónia especial.

A melhor época para admirar as duas pedras casadas é ao amanhecer, no verão, quando é possível ver o sol nascer entre as duas pedras. Em dias particularmente claros, é possível avistar o Monte Fuji no horizonte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.