O projeto é do escritório de arquitetura Foster + Partners e a construção do edifício deve começar em 2020, com conclusão prevista para 2025. Com 305 metros de altura, será o segundo prédio mais alto da capital britânica e de toda a Europa Ocidental, atrás apenas do Shard, com 306 metros.

Norman Foster foi o arquiteto responsável pelo projeto que será financiado pelo bilionário Jacob Safra, que é dono de outro edifício famoso em Londres, o Gherkin. O arranha-céus terá 12 andares e será um centro educacional e cultural, onde haverá bares e restaurantes com vistas de 360 ​​graus sobre Londres. Uma das atrações do prédio as cápsulas de vidro que se movimentam pelo exterior do edifício, numa estrutura que se assemelha a uma roda gigante.

Apesar das vozes críticas que afirmavam que o edifício iria bloquear as vistas desde a Torre de Londres e interferir com os radares do aeroporto da cidade, o projeto foi aprovado, em abril, pelas autoridades britânicas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.