Chama-se Daniel Louro, é natural de Anadia, no distrito de Aveiro, e vive em Lisboa, onde trabalha como freelancer. Embora nunca tenha trabalhado em cinema, a sétima arte é um amor antigo que tenta manter por perto, tendo até um podcast sobre o tema.

Quando planeava uma viagem pelos EUA, percebeu que muitos dos locais que queria visitar estavam relacionados com o cinema e decidiu cruzar os locais com os filmes em que aparecem. E assim nasceu o  The World is a Set.

Encontrar os cenários dos filmes que pretende retratar exige pesquisa. Quando se trata de um filme icónico como Harry Potter, por exemplo, é provável que se encontre essa informação online. "Todos os outros, envolvem muitas horas de pesquisa. Desde tentar reconhecer pontos de referência nas cenas do filme, até perder noites a fazer maratonas via Google Maps e Street View", explica Daniel.

Encontrar o local exato da filmagem não é a única dificuldade encontrada, uma vez que depois de chegar ao local é necessário recriar o plano e o ângulo exato do frame do filme previamente selecionado.

"Pode parecer que é simples, mas a verdade é que existe uma variedade enorme de lentes, em mais de 50 anos de cinema. Isto pode manipular a grandeza e a perspectiva dos objectos, conforme a distância a que se encontram. Envolve alguma tentativa e erro, mas a prática (e algum Photoshop) ajuda a minimizar."

créditos: Daniel Louro

Já viajou por várias cidades dos EUA, como Miami, Houston, Los Angeles, São Francisco, Chicago e Nova Iorque além de ter viajado para o Havaí em busca doa cenários de Parque Jurássico. Na Europa, são muitos os locais por onde passou, como Londres, Manchester e Paris, além de Andaluzia onde descobriu "o deserto onde Clint Eastwood e tantos outros andaram aos tiros nas décadas de 60 e 70".

O projeto é uma aventura constante e nem tudo corre como planeado. "Uma vez tive que fugir de um javali junto à praia da série Lost. Outra fui abordado à noite pela polícia em Chicago e tive que lhes explicar que andava à procura do Batman num estacionamento do Cavaleiro das Trevas..." 

Para o futuro, Daniel pretende fazer crescer a comunidade que o segue nas redes sociais, através do Instagram e Facebook e conseguir a atenção de outros entusiastas de cinema. Outro desejo é juntar em livro um guia de locais de cinema centrado apenas em Portugal. "Não temos uma história imensa de albergar produções cinematográficas internacionais mas as que tivemos, deixaram marcas. Ao Serviço de Sua Majestade, um dos filmes da saga de James Bond, foi em grande parte rodado em Portugal, no final dos anos 60. Quando a Meryl Streep, o Jeremy Irons e a Glenn Close passaram uma temporada no Alentejo nas filmagens d'A Casa dos Espíritos, no início dos anos 90, quase geraram uma "guerra" entre as freguesias de Vila Nova de Milfontes e o Cercal do Alentejo".

Pode descobrir mais sobre os cenários visitados por Daniel Louro através do Facebook e do Instagram do projeto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.