LGBTQ + Danger Index classificou os 150 países com o maior número de turistas internacionais, analisando oito fatores diferentes e atribuindo pontuações a cada um com base em dados. As categorias de análise foram: casamento homossexual legalizado (sim ou não); proteções de trabalhadores; proteções contra discriminação; criminalização da violência; possibilidade de adoção; se é um bom local para morar (tendo como base os resultados da pesquisa Gallup); a legalidade das relações entre pessoas do mesmo sexo e leis de propaganda e moralidade.

O estudo classificou a Nigéria como o país mais perigoso para os viajantes LGBTQ +, seguido pelo Qatar e Iémen.

Percorra a galeria e descubra os 20 países mais perigosos.

 Portugal é o quarto país mais seguro para a comunidade LGBTQ+, muito devido à legalização do casamento homossexual desde 2010 e às proteções legais existentes.

Os 5 lugares mais seguros para viajantes LGBTQ

1. Suécia
2. Canadá
3. Noruega
4. Portugal
5. Bélgica

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.