Com bons ambientes naturais, boa qualidade do ar e da água e boas infraestruturas de saneamento, a Finlândia foi considerada o país mais sustentável do mundo, segundo o Relatório de Meio Ambiente e Sustentabilidade. Quando questionados, 98% dos expatriados residentes neste país nórdico avaliaram positivamente a natureza da Finlândia, 95% a qualidade do ar e 96% a qualidade da água, valores superiores à média mundial obtida nesses campos, que são fixadas em 82%, 62% e 72%, respectivamente.

Finlândia, Suécia, Noruega, Áustria e Suíça destacam-se por oferecerem um meio ambiente sustentável, enquanto a Índia, Kuwait, Egito, Indonésia e Vietname são classificados como os piores países para expatriados sustentáveis. Portugal ocupa o 13º lugar entre 60 destinos.

 Portugal obteve os melhores resultados na subcategoria Qualidade do Meio Ambiente (7º). "Gosto da boa qualidade do ar e de ter a oportunidade de cuidar do jardim e cultivar a minha própria comida", disse um expatriado britânico, enquanto um entrevistado sueco afirmou que gosta "da natureza, dos rios e das montanhas" do país. Uma média de nove em cada dez expatriados em Portugal (91%) avalia a qualidade do ar positivamente (a média global é 62%), e uma parcela ainda maior (95%) está feliz com o ambiente natural do país (a média global é 82%).

A primeira edição do Relatório de Meio Ambiente e Sustentabilidade foi elaborada com base em dados extraídos do relatório Expat Insider 2020, para a qual foram entrevistados mais de 15.000 expatriados de 173 nacionalidades diferentes, residentes em 181 países ou territórios. O facto de apenas 60 países estarem incluídos neste relatório é porque uma resposta mínima de 75 pessoas é necessária em cada um.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.