O grande Templo de Kailasa (também conhecido como o Templo de Kailash ou Kailasanatha) está envolto no mistério de como foi construído. Os escultores terão começado no alto da rocha e foram esculpindo para baixo, num pedaço único de rocha, o que é espantoso, tendo em conta que esta obra arquitectónica foi construída há mais de 1300 anos. Surpreendentemente, o templo tem 18 metros de altura e 60,69 metros de largura.

A entrada para o pátio do templo tem uma “gopuram”, que é uma torre monumental. Logo depois, várias divindades revestem as paredes: à esquerda estão os seguidores de Shiva, e à direita estão os seguidores de Vishnu. Noutra escultura relevante está representado Ravana - grão-rei de Lanca - a agitar a montanha Kailasa. A escultura é considerada uma das melhores peças de arte indiana.

Embora não haja registos, a construção do Templo de Kailasa é atribuída a Krishna I. Foi sugerido que o templo tivesse sido construído em apenas 19 anos. No entanto, com base na multiplicidade de estilos arquitectónicos e esculturais distintos presentes no templo, combinados com seu tamanho, alguns estudiosos acreditam que ele foi construído ao longo de vários séculos.

Existem 32 templos nas Grutas de Ellora, numerados de acordo com sua idade. Os templos de 1 a 12 no lado sul são as cavernas budistas. Os templos 13 a 29 são as cavernas hindus e, no lado norte, os templos jainistas. O Templo de Kailasa é o número 16 e é dedicado à Shiva, um dos principais deuses da religião Hindu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.