Muitos parques e jardins públicos fecharam durante o período de isolamento, devido à preocupação de que as regras do distanciamento social não fossem praticadas. No entanto, estes designers criaram uma forma de manter as pessoas afastadas enquanto desfrutam dos benefícios da natureza.

O Studio Precht apresentou uma proposta de design para um terreno em Viena para ser transformado num parque que incorporaria as regras de distanciamento social. O "Parc de la Distance" teria um padrão de caminhos circulares e revestidos de sebes cujo design foi inspirado nas impressões digitais.

A proposta é que cada caminho receba apenas uma pessoa de cada vez. "Todas as faixas têm um gateway na entrada e na saída, que indica se o caminho está ocupado ou livre para passear. As faixas estão a 240 cm de distância uma da outra e têm 90 cm de largura", explica o designer Chris Precht, citado pela Lonely Planet.

Os visitantes podem passear pelos caminhos revestidos de pedras e, embora estejam visualmente separados na maioria das vezes, podem ouvir os passos dos caminhos vizinhos para não se sentirem muito isolados. Às vezes, os visitantes estão totalmente imersos na natureza, outras vezes, podem espreitar sobre a cerca para ver o jardim. Em todos os momentos, os visitantes mantêm uma distância física segura. O Studio Precht explica que os caminhos seguem os padrões ondulados de um jardim zen japonês, inspirado nas cercas dos jardins barrocos franceses. Os caminhos levam a um centro com fontes e, partir daí, os visitantes continuam a circular para fora.

Embora o jardim tenha sido projetado com a cidade de Viena em mente, o Studio Precht garante que pode ser adaptado a qualquer lugar e resistirá ao teste do tempo, mesmo quando for seguro andar lado a lado novamente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.