Em Chichibu, a duas horas de Tóquio, há um museu insólito que talvez seja o único do seu tipo. Chama-se Chinsekikan (que significa salão de rochas curiosas) e abriga mais de 1700 rochas curiosas, onde cerca de mil se parecem com rostos humanos. Todas elas foram formadas pela própria ação da natureza e algumas não representam apenas um rosto, mas sim o rosto de um famoso, como o caso de Elvis Presley.

Todas as rochas recebem nomes ou títulos. Algumas são nomeadas em homenagem a celebridades, enquanto outras possuem nomes que melhor descrevem as expressões que ostentam. Os visitantes também têm a oportunidade de nomear algumas das rochas.

O fundador do museu, Shozo Hayama, que faleceu em 2010, recolheu rochas durante mais de cinquenta anos. Inicialmente, era atraído por rochas raras, mas isso evoluiu a ponto de querer colecionar as rochas mais “estranhas”, especialmente as que se pareciam com rostos. Desde que Hayama faleceu, o museu é administrado por Yoshiko Hayama, a sua esposa.

Yoshiko Hayama realiza buscas no rio junto ao museu para tentar encontrar rochas com rostos esculpidos. Todos os rostos apresentados nas rochas foram formados pela própria ação da natureza, não existindo intervenção humana ou qualquer alteração ao seu estado natural. A forma das rochas deve-se ao desgaste provocado, por exemplo, pela água corrente.

O museu está aberto durante toda a semana, exceto às terças-feiras, no entanto, é recomendável marcar a visita com antecedência porque o museu pode fechar inesperadamente por motivos pessoais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.