Os murais inspiradores do artista geralmente retratam cenas da vida selvagem local e interagem de forma inteligente com vários elementos dos edifícios, como janelas, canos ou aparelhos de ar condicionado. Quem observa as suas obras fica atraído pelas cores vivas usadas antes de reparar na forma como as suas pinturas interagem com os elementos existentes no meio envolvente, como se o completassem.

Em 2010, Falko iniciou um projeto chamado “Era uma vez uma cidade”, onde percorreu África do Sul, transformando bairros pobres em galerias de arte ar livre que continuam a atrair turistas de todo o mundo. Na sua conta de Instagram, que conta com mais de 27 mil seguidores, o artista partilha muitas das suas obras.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.