Land Art refere-se ao tipo de arte em que o terreno natural é trabalhado de modo a integrar-se à obra de arte e é o que Jon Foreman faz. O artista achava que o mundo natural tinha muito por onde ser explorado, principalmente na região onde mora, em Pembrokeshire, no País de Gales.

Jon Foreman cria padrões rodopiantes com rochas na praia, bem como círculos gigantes contendo uma grande variedade de cores. "Esse processo é uma terapia para mim", contou Foreman ao My Modern Met. "O simples ato de colocar pedra sobre pedra na areia é muito terapêutico. Tenho certeza de que todos gostamos de passear na praia, mas acho que esse processo é mais imersivo, estando lá na natureza, perdendo-se no trabalho, deixando para trás todo o stress do dia a dia".

Ao chegar a uma praia, Foreman planeia passar quatro horas lá (em média) para criar a sua obra de arte. Por não ter noções preconcebidas sobre o que criará, o artista considera que é mais provável que experimente e desenvolva novas facetas do seu trabalho do que se planeasse tudo com antecedência.

Existem muitas maneiras de trabalhar com pedra: a cor, o tamanho, a forma, o ângulo em que é colocado, a direção, infinitas possibilidades. Embora a pedra não seja o único material com que Foreman trabalha, atualmente é o seu favorito por oferecer muitas possibilidades.

As obras que cria ao longo da costa acabam por serem levadas pela maré fazendo com que, no dia seguinte, Foreman tenha novamente uma "tela em branco" para trabalhar. Embora as obras sejam efémeras, ficam registadas através das fotografias que o artista partilha na sua conta de Instagram.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.