A Agência Europeia do Meio Ambiente (EEA) recolheu dados de 323 cidades em 2019 e 2020 e descobriu que em apenas 127, ou seja, em cerca de 40%, os níveis de partículas finas conhecidas como PM 2,5 estavam abaixo dos limites recomendados pela Organização Mundial de Saúde. As partículas finas têm o maior impacto na saúde das principais fontes de poluição do ar e causam mais de 400.000 mortes prematuras por ano em toda a Europa.

Mais da metade das cidades europeias ainda sofrem com o ar poluído, apesar da redução nas emissões do tráfego e de outros poluentes durante os confinamentos do ano passado.

De 2019 a 2020, as três cidades mais limpas da Europa em termos de qualidade do ar foram Umeå na Suécia, Tampere na Finlândia e Funchal em Portugal.

Em contraste, as três cidades mais poluídas da Europa são Nowy Sacz na Polónia, Cremona em Itália e Slavonski Brod na Croácia - todas excedendo os limites da União Europeia para poluição do ar.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.