As cidades mais caras para se viver em 2020 foram reveladas na 16th Annual Demographia International Housing Affordability Survey.  O estudo analisou um total de 309 mercados imobiliários em oito territórios - Austrália, Canadá, Hong Kong, Irlanda, Nova Zelândia, Singapura, Reino Unido e Estados Unidos.

Para produzir o ranking, foram analisados os dados do terceiro trimestre de 2019 usando a abordagem "média múltipla" - o valor médio da casa dividido pelo salário médio da família. Quanto mais pontos uma cidade tem, mais elevado é o custo de vida, de acordo com o ranking.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.