A ideia surgiu como forma de impulsionar o turismo da cidade e valorizar um dos principais produtos da região: o lúpulo, ingrediente que confere amargor à cerveja.

Esta é a primeira fonte de cerveja  no mundo, numa cidade que também tem um "museu do cultivo ecológico de lúpulo".

Mas não pense que pode ficar preso à fonte para sempre. Cada visitante tem de pagar 6 euros pelo copo comemorativo e pode servir-se com 100ml, seis vezes por dia, podendo escolher entre os seis diferentes tipos de cerveja ou repetir a preferida.

Em 2019, a temporada de abertura da fonte teve início no dia 30 de março.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.