Dubai é a cidade dos recordes: tem o hotel mais alto do mundo –Gevora Hotel–, o maior shopping do mundo –o Dubai Mall– e a maior pista coberta de esqui  do mundo –Ski Dubai. É também o lar do atual edifício mais alto do mundo - o Burj Khalifa - e da futura torre mais alta do mundo, a Dubai Creek Tower. Dubai será, assim, o lar das duas construções mais altas do mundo.

Não se sabe ainda quantos metros exatos a Dubai Creek Tower vai ter, mas serão mais de 828, a altura do Burj Khalifa. A construção da torre ficará a cargo do arquiteto Santiago Calatrava e as obras devem estar concluídas em 2021 .

Dubai Creek Tower fará parte de um empreendimento imobiliário na área conhecida como Dubai Creer Harbour e, ao contrário do Burj Khalifa, que é um edifício de escritórios e residências, esta torre terá a função de observatório, constituída por uma coluna central rodeada por uma rede de cabos de aço. A torre também funcionará como um farol de luz à noite, imitando a forma de um botão de flor, segundo os seus construtores. O interior da torre terá áreas exclusivas com diversos jardins internos que pretendem recriar os jardins da Babilónia, uma das sete maravilhas do mundo antigo.

Mesmo que a Dubai Creek Tower seja mais alta que o Burj Khalifa, não está claro se será reconhecida como o edifício mais alto do mundo pelo Conselho de Edifícios Altos e Habitat Urbano (CTBUH). Muito provavelmente, o Burj Khalifa manterá o título de edifício mais alto do mundo e a torre será a estrutura mais alta. Isto porque são considerados edifícios apenas as construções habitáveis ​​em pelo menos 50% do espaço. Caso contrário, são considerados apenas torres ou observatórios de telecomunicações.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.