Há turistas que não se sabem comportar durante as viagens e acabam por danificar os locais visitados ou entrar em confrontos com outros turistas. Alguns viajantes fazem tudo por uma foto perfeita e acabam por se colocarem em risco ou incomodarem os habitantes locais. Outros, simplesmente não parecem ter noção do local onde estão e comportam-se como se estivessem em casa, tirando a roupa e tomando banho em locais públicos.

A turista que roubou mosaicos de Pompeia 

A jovem britânica de 21 anos, que estava a visitar o famoso sítio arqueológico com a família, atravessou a grade de proteção e usou uma ferramenta para desalojar as pequenas peças - chamadas tesselas. A equipa do parque arqueológico chamou a polícia que acabou por deter a jovem enquanto a mesma tentava deixar a área. O incidente causou danos no valor de cerca de 3 mil euros, segundo o responsável do sítio arqueológico.

O helicóptero que aterrou numa reserva de papoilas

A Reserva de Papoilas do Antelope Valley é um espaço natural protegido na Califórnia que abriga flores espetaculares. Durante a estação da floração um helicóptero aterrou no meio da reserva natural de papoilas de Antelope Valley e um casal desceu e começou a caminhar por um dos trilhos do local. Quando os funcionários tentaram aproximar-se, o casal correu para o helicóptero e fugiu.

A viajante que abriu a porta de emergência do avião para apanhar ar

Um voo da Xiamen Air de Wuhan para Lanzhou (China) levantou voo uma hora mais tarde porque uma passageira abriu a porta de emergência, pois precisava de “uma lufada de ar fresco”. Depois disso, verificações de segurança precisaram ser realizadas, o que atrasou o voo. A mulher foi detida por perturbar a ordem pública num avião.

O turista que tomou banho numa fonte de Trastevere

Um turista francês foi multado em 450 euros depois de ser encontrado a nadar na histórica fonte de Santa Maria em Trastevere, uma das mais antigas de Roma.

Os "Instagramers" que invadiram uma rua de Paris

A rue Crimeux, em Paris, tornou-se um dos cenários favoritos dos intagramers que procuram a foto perfeita. No entanto, o barulho e o desrespeito dos visitantes fizeram com que os moradores pedissem à Câmara Municipal de Paris para fechar a rua a não-residentes, durante a noite e aos fins de semana.

Os turistas que nadaram nus nos canais de Veneza

Os dois homens estavam em Itália para apoiar a sua equipa de futebol Slavia Praga - que jogou contra o Inter de Milão, na abertura da fase de grupos da Liga dos Campeões - e decidiram nadar nus num dos canais da cidade, porque estava "uma noite particularmente quente". Os dois homens foram levados para uma esquadra da polícia local onde foram multados em 3 mil euros por "atos obscenos" contra a decência pública.

As pessoas que roubam os dragões de Komodo

Dragão de Komodo
Dragão de Komodo

O encerramento da ilha de Komodo, durante 2020, foi anunciado depois do Ministério do Meio Ambiente e Florestas da Indonésia ter revelado que prendeu uma rede de contrabando com 41 dragões de Komodo. A lei determina que o tráfico de animais em perigo de extinção é punível com penas de prisão de até dez anos e uma multa. Os dragões de Komodo são uma espécie protegida e considerado o maior lagarto vivo do mundo.

O passageiro que pediu a outro para não falar espanhol

Jaime Primak Sullivan falava em espanhol durante um voo para Nova Iorque até que outro passageiro disse: "Por favor, pare de falar espanhol". No entanto, o homem ao lado de Jaime Sullivan também começou a falar em espanhol, assim como os comissários de bordo. Jaime partilhou a sua experiência no Twitter e muitos utilizadores mostraram o seu apoio.

Os irmãos que gravaram o seu nome na Torre de Pisa

Dois turistas americanos de 35 e 38 anos estavam de férias em Itália e decidiram escrever os seus nomes com uma moeda na Torre de Pisa e tirar uma selfie com a inscrição.  Os dois homens foram detidos ao deixar a Torre, mas foram libertados sem receber medidas coercivas.

A avó que foi arrastada num Trono de Gelo

Judith Streng, uma mulher de 77 anos do Texas, estava a viajar com o filho pela Islândia quando viu um pedaço de gelo na praia que se parecia com um trono. Sem pensar duas vezes, a avó americana sentou-se no "trono de gelo" que flutuava na lagoa Jökulsárlón, na Islândia. Depois de tirar a foto, uma onda enorme arrastou o gelo e Judith, que acabou por ser resgatada por um membro da guarda costeira.

A mulher que urinou na bagagem de outra passageira

Uma mulher, supostamente alcoolizada, urinou na bagagem de outra passageira durante um voo da American Airlines, de Chicago, em Illinois, para Charlotte, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

O passageiro que atirou moedas ao avião para dar sorte

A companhia aérea chinesa Lucky Air processou um passageiro por atirar moedas ao motor de um avião antes de um voo de Anqing para Kunming, na China.  A ação do homem terá causado um prejuízo de cerca de 20 mil euros em danos no avião e atrasou os planos de viagem de mais de 160 passageiros, que foram obrigados a esperar até o dia seguinte para viajar.

O passageiro que viajou de boxers 

Um passageiro num voo da Air France decidiu ficar à vontade para viajar e, para isso, tirou as calças e as meias antes do avião levantar voo. Quando uma passageira questionou uma comissária de bordo sobre o sucedido, foi-lhe proposto que mudasse de assento. Como a jovem não queria perder o espaço extra para as pernas, sugeriu que falassem com o passageiro, mas a comissária de bordo apenas "encolheu os ombros".

A mulher que cuspiu nos passageiros por estar sentada ao lado de uma criança

Valerie Gonzalez teria entrado num voo da JetBlue do Aeroporto Internacional Fort Lauderdale-Hollywood para Las Vegas, quando ficou furiosa ao perceber que estava sentada ao lado de uma criança de três anos.  A mulher reclamou da situação e acabou por se mudar para outro lugar. Alguns  passageiros começam a filmar e, quando se apercebe disso, Valerie cospe no passageiro à sua frente.

Os turistas que atiraram pedras a um panda

Dois turistas foram filmados a atirar pedras a um panda-gigante num jardim zoológico chinês, no que parece ter sido uma tentativa de o acordar. O vídeo do incidente foi filmado por outro visitante do zoológico de Pequim e causou indignação. Os responsáveis pelo zoológico informaram que o animal não ficou ferido e prometeram reforçar as medidas de segurança para que uma situação similar não se repita.

Os turistas que tiram fotos em Auschwitz

Nas redes sociais, multiplicam-se as fotografias dos turistas a fazerem poses durante as visitas a Auschwitz, o que levou a administração a pedir aos visitantes que evitem tirar fotografias durante as visitas, para que não se torne leviano o que ali se passou durante a Segunda Guerra Mundial.

"Quando vier a Auschwitz, lembre-se que está num lugar onde foi assassinado mais de um milhão de pessoas. Respeite a sua memória", foi comunicado pelo Memorial de Auschwitz, em março. Em novembro, a administração voltou a fazer uma publicação no Twitter, onde lançou o debate, após a publicação de uma foto de um patinho de borracha junto aos portões de Auschwitz.

"E se alguém que viaja com um patinho de borracha e o usa como uma convenção artística do Instagram chegar ao @AuschwitzMuseum? O patinho de borracha em frente ao Portão da Morte é desrespeitoso - mesmo sem querer? Ou é um efeito colateral do mundo visual que devemos aceitar/ignorar?"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.