O relatório, publicado pela Resonance Consultancy, avaliou 100 cidades em todo o mundo com população superior a um milhão de habitantes, usando 25 grupos de factores de classificação em seis categorias. Os factores incluem diversidade, clima, número de parques e atrações turísticas e o número de hashtags e check-ins nas redes sociais. Pela primeira vez, este ano, o ranking classificou as cidades em novos critérios, como desemprego, taxa de infecções pelo COVID-19 (a partir de julho) e disparidade salarial.

Lisboa ficou de fora do Top50, ocupando a 53ª posição da lista, tendo descido 3 lugares em relação ao ano anterior.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.