Molly O'Catháin é irlandesa e trabalha como uma assistente de design de produção no Teatro Nacional de Londres. Com todos os projetos profissionais cancelados devido à pandemia e a passar o isolamento social com os pais, em Dublin, Molly decidiu recriar algumas das pinturas (e fotografias) mais famosas do mundo, usando os pais como protagonistas.

Museu desafia seguidores a recriarem pinturas famosas em casa. O resultado é hilariante
Museu desafia seguidores a recriarem pinturas famosas em casa. O resultado é hilariante
Ver artigo

A ideia surgiu depois de Molly ter visto um tweet do Rijksmuseum a sugerir que as pessoas recriassem as pinturas em casa, uma iniciativa a que vários museus aderiram o objetivo de levar a arte à casa de cada um durante o isolamento. Então, numa noite em que não tinham nada para fazer e precisavam de uma boa dose de distração, a artista decidiu recriar a pintura American Gothic, de Grant Wood, a primeira dupla icónica de que se lembrou.

A mãe de Molly também é artista e o pai um grande amante de arte, então não foi difícil convencê-los a fazerem parte do projeto e a serem os protagonistas das réplicas. Depois de  reativar o Instagram, Molly publicou a imagem da pintura e da réplica e foi um verdadeiro sucesso.

Molly decidiu recriar algumas pinturas famosas, usando objetos encontrados em casa, como lenços, cobertores, toalhas de mesa e gravatas. Além disso, ela e os pais também criaram acessórios a partir de outras peças que tinham em casa para que as réplicas ficassem o mais semelhante possível com o original.

Para saber qual imagem Molly recriará a seguir, pode acompanhar o seu trabalho através do Instagram.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.