A vencedora do Concurso para a Árvore Europeia do Ano 2021 foi anunciada e o prémio de árvore do ano foi para Espanha, pela primeira vez em 11 anos. A azinheira milenar de Lecina ficou em primeiro lugar com 104.264 votos.

O representando português no concurso, o Plátano de Portalegre alcançou o 4º lugar, tendo conquistado 37 410 votos, um total muito superior ao de anos anteriores. Plantado em 1838, pelo médico e botânico José Maria Grande, o Plátano do Rossio de Portalegre é o maior da Península Ibérica.

O Município de Portalegre usou o Facebook para felicitar os vencedores do concurso pelos resultados obtidos e mostrou-se orgulhoso com os resultados alcançados,  especialmente tendo "em linha de conta as votações das árvores portuguesas em anos anteriores e a população dos países concorrentes".

Na mesma publicação, o município chama a atenção para a "importância das árvores não só no tecido urbano pelas mais-valias ambientais e pelo inegável valor cénico e paisagístico que congregam, mas também por todas as questões relacionadas com o sequestro de carbono, conservação do solo e a retenção de nutrientes associados ao ecossistema rural".

 As votações para o Concurso Árvore Europeia do Ano 2021 decorreram online e encerraram dia 28 de fevereiro. Os resultados finais foram anunciados no dia 17 de março.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.