Durante muitos anos, o perfil do nómada digital esteve associado a pessoas com cerca de vinte e poucos anos, solteiras, que com os seus computadores portáteis trabalhavam a partir de um café num destino paradisíaco. Contudo, a rápida adoção e aceitação do teletrabalho tornou possível a um maior número de pessoas realizar o sonho de viver e trabalhar a partir de qualquer lugar.

María Gálvez é uma especialista em marketing e comunicação online e define-se como uma nómada digital e juntou-se à plataforma Airbnb para apresentar os novos tipos de viajantes.

"O conceito de nómada digital afirmou-se durante a pandemia, embora também tenha evoluído. A característica mais evidente é que a viagem faz parte da essência ao longo do ano, mas agora as estadias são mais longas, o lugar é decidido em função de diferentes variáveis, a integração com o destino é maior e aqueles que aspiram a viver como nómadas não são apenas jovens millennials" diz María Gálvez.

Estas são as 5 novas prioridades populares entre os nómadas digitais e viajantes:

Segundo um inquérito encomendado pela Airbnb em 2020, para 2021, os viajantes portugueses estão a olhar para um grupo de destinos domésticos em áreas rurais e de praia na Airbnb em Portugal, mostrando que talvez haja um afastamento em relação às épocas tradicionais de férias, e uma preferência por destinos escapadinhas de férias ao longo de todo o ano.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.