Os membros da equipa do Aeroporto Internacional de Denver estão a cuidar do peixe de estimação da estudante universitária, Lanice Powless, que foi impedida de embarcar com o animal no seu voo, na semana passada.

O peixe, chamado Cassie, foi encontrado por um funcionário do aeroporto e, desde então, a equipa de atendimento tem cuidado de Cassie até que Lanice consiga voltar para perto do animal.

De acordo com a Administração para a Segurança dos Transportes, os peixes vivos são permitidos como bagagem de mão, desde que estejam em "um recipiente transparente" que possa ser inspecionado. No entanto, a Southwest afirma que apenas "pequenos cães e gatos domésticos vacinados" podem ser levados a bordo nos voos. Quando Lanice foi informada que não poderia levar Cassie consigo ficou desesperada mas acabou por ter de deixar o animal.

Numa carta para Lanice, Cassie relata que está sã e salva no aeroporto.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.