O museu de arte contemporânea Palais de Tokyo foi a primeira galeria a garantir acesso aos naturalistas, embora os naturalistas já tenham organizado outras iniciativas.

A associação local de naturistas tem cerca de 88 mil membros e a estimativa é de que haja 2,6 milhões de praticantes em toda a França.

O próximo passo será uma festa nudista numa casa noturna ainda este ano.

Eventos nudistas em museus não são novidades. Uma galeria em Viena, Áustria, convidou os visitantes a tirarem a roupa para uma exibição especial, em 2003, de uma exposição dedicada a pinturas de nus masculinos, e, na Austrália, outro museu também abriu as portas a visitantes nus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.