"Caminhar é uma forma fantástica de se locomover e explorar Londres, e fazer com que mais londrinos andem regularmente é essencial para a saúde e prosperidade futura da nossa cidade”, disse Will Norman, o primeiro comissário de peões e ciclistas da cidade, em comunicado.

A Lonely Planet informou que a cidade vai investir cerca de 2,5 mil milhões de libras para redesenhar as ruas de forma a atender melhor os peões, com placas e mapas mais legíveis, além de mais travessias para peões, entre outras atualizações.

"Nosso objetivo é tornar a caminhada a maneira mais segura, fácil e agradável de se locomover", disse Norman.

As autoridades da cidade acreditam que tornar a cidade mais viável para quem anda a pé aliviará o congestionamento, a superpopulação e a poluição, à medida que a população de Londres continua a crescer. Ao motivar os londrinos a serem mais ativos, o Serviço Nacional de Saúde da Inglaterra poderia economizar em custos com a saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.