O projeto foi desenvolvido ao longo dos últimos anos e o plano de construção incluirá também uma cervejaria, espaço de escritório e um restaurante. O novo conceito será chamado Hangar d'Amour.

Hazegras, o atual distrito da luz vermelha em Ostend, será fechado e todos os trabalhadores serão transferidos para o Hangar d'Amour. O prefeito Johan Vande Lanotte insiste que a prostituição em Ostende não aumentará, mas só se moverá e ficará mais centralizada. A polícia também terá um escritório no Hangar d'Amour para que possam intervir rapidamente em caso de problemas.

"O atual distrito de prostituição está degradado e precisa de um upgrade", disse o prefeito à emissora de TV local, Focus WTV. “Precisamos organizar melhor a prostituição em vitrines, e achamos que isso pode ser feito ao cortar o intermediário e permitindo que as mulheres aluguem as janelas diretamente ao proprietário do prédio.”

A prostituição é legal na Bélgica e uma pesquisa realizada pela Universidade de Leuven, em 2015, concluiu que os homens belgas gastam cerca de 860 milhões de euros em prostituição, por ano. Um terço desse valor é gasto em prostitutas que alugam uma janela para se sentarem e anunciarem-se, que é o tipo de prostituição que será praticada no Hangar d'Amour.

De acordo com as estatísticas do governo de 2015, existem 26 mil prostitutas na Bélgica e estima-se que oito em cada dez dessas mulheres são vítimas de tráfico de seres humanos ou estão a ser exploradas.

Espera-se que o município de Ostend ganhe 35 mil euros por ano, durante 27 anos com o arrendamento do hangar. Esta iniciativa está a receber várias criticas, uma vez que com isto, “o governo ganha dinheiro com a prostituição”. O grupo sem fins lucrativos Oostendse Oosteroever prefere ver o edifício industrial convertido em museu ou aquário.

A estrutura maciça que se encontra à beira do porto é, ocasionalmente, usada para festas, mas o edifício necessita de muita manutenção. Os novos proprietários do edifício - que também possuem um bordel em Antuérpia, chamado Villa Tinto - estão obrigados pela lei belga a manter a fachada histórica do hangar e mantê-lo em boas condições. Segundo a emissora pública flamenga VRT, as renovações no hangar custarão cerca de 10 milhões de euros.

Hangar d'Amour tem data prevista de abertura para 2020.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.