A iniciativa tornou-se popular no Facebook, onde várias publicações que incentivaram a que fossem colocadas cruzes à porta foram partilhadas amplamente. Uma das publicações mais populares é a do Padre Eduardo Mendes, da Guarda, feita a 29 de março, que conta com mais 26 mil partilhas.  O padre viu esta iniciativa nas redes sociais, resolveu partilhar e fez uma cruz, "para dar o exemplo".

A iniciativa consistia em colocar uma cruz na porta de casa (varanda, portão ou outro sítio visível), no Domingo de Ramo, onde permanece durante toda a Semana Santa, até ser enfeitada com flores, no Domingo de Páscoa, "assinalando, desta forma, a alegria da Ressurreição de Cristo".

Esta ideia simples, para celebrar a Semana Santa em isolamento, teve grande repercussão nas redes sociais e um grande nível de adesão. Famílias de todo o país partilharam fotografias das suas cruzes devidamente decoradas de várias formas diferentes e feitas com papelão, madeira, molas da roupa e muitos outros materiais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.