No dia em que completa 30 anos de presença na Rússia, o objetivo da marca era vender hambúrgueres ao preço de 1990: 3 rublos (cerca de 4 cêntimos). No entanto, a campanha foi cancelada por causa do surto de Coronavírus. Atualmente, o Big Mac custa mais 100 rublos (cerca de 1,50 euros).

Os planos para a abertura de um McDonald's em Moscovo começaram em 1976, durante os Jogos Olímpicos de Montreal, no Canadá, quando George Cohon, fundador e CEO do McDonald's Canadá, conheceu representantes de Moscovo. Mas demorou mais de uma década para que a construção, de facto, começasse.

Quando foi inaugurado, era o maior restaurante McDonald's do mundo, com com 900 lugares e uma equipe da cerca de 600 trabalhadores que foram cuidadosamente selecionados entre os 35 mil candidatos.

No dia da inauguração do primeiro McDonald's em Moscovo, eram esperadas cerca de mil pessoas, no entanto, o estabelecimento de fast food recebeu aproximadamente 30 mil pessoas e bateu o recorde de clientes da rede. O recorde anterior era de 9.100 clientes, na filial de Budapeste. Os cidadãos soviéticos formaram longas filas para estarem entre os primeiros clientes da cadeia, mas muitos tiveram que esperar longas horas até receberem os pedidos.

O McDonald's não era uma opção barata naqueles tempos. Num país onde o salário médio era de cerca de 150 rublos por mês, pagar 3 rublos por um Big Mac era significativo, mas não impediu as pessoas de experimentarem.

Em 2014, o fotógrafo russo Mitya Kushelevich escreveu um artigo onde explicou a histeria na inauguração e a importância do momento para a população.

"Nós não sabíamos o que era fast food. Pensávamos que McDonald’s era um restaurante normal que servia a gastronomia norte-americana. Provavelmente tinha gosto de liberdade e nós queríamos provar."
As filas continuaram enormes até ao verão, quando a mãe de Mitya decidiu que era hora de experimentar a novidade. O fotógrafo conta que ficou ao sol durante cerca de oito horas, mas isso não era um problema, pois estava habituado a ficar na fila durante dias apenas para obter porção mensal de açúcar e chá. "E isso sem a expectativa de palhaços amarelos de aparência estranha a servirem-nos comida", brinca.
Mitya que tinha 9 anos na época conta que os milkshakes pareciam enormes e quase não conseguia segurar no Big Mac com as suas pequenas mãos.
"O sabor era mais intenso do que qualquer coisa que eu já tivesse provado. Eu comi e bebi como se fosse a minha última refeição na Terra."

As inaugurações dos restaurantes do McDonald's seguintes também foram consideradas grandes momentos históricos. A cerimónia de abertura do segundo restaurante, em 1993, contou com a presença do presidente Borís Iéltsin. Atualmente, o McDonald's tem 693 restaurantes na Rússia e mais de uma centena está em Moscovo.

* Artigo atualizado às 13h50 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.