Quer se trate de coffee, koffee ou qahwah, o café é apreciado em todas as partes do mundo, não só pelo sabor e versatilidade, mas também porque ajuda as pessoas a manterem-se acordadas e a sentirem-se mais produtivas. Mas cada nação tem a sua própria relação única com a bebida, o que significa que o consumo e o custo variam muito de país para país.

Para descobrir o quanto esses custos variam, os especialistas em finanças pessoais da SavingSpot conduziram uma pesquisa abrangente para revelar as cidades mais baratas e caras para tomar um café. Mas a equipa não parou por aí e também calculou os hábitos de consumo de café em todo o mundo com base nos dados do Statista, revelando quais cidades mais bebem.

Então, em que lugar do mundo pode beber o café mais barato? E quais países são os maiores bebedores de café? Percorra a galeria e descubra.

Luxemburgo é o maior consumidor de café do mundo, com 11,1 quilos consumidos per capita num ano. No extremo oposto, Nepal, Índia e Paquistão são os países onde se bebe menos café, sendo que em cada um deles se bebe menos de 0,1 quilos per capita por ano. No que diz respeito aos preço médio de um café, Seul é a cidade com o café mais caro, enquanto Teerão tem o café mais barato do mundo.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.