O último livro de Jill Paider é muito diferente dos anteriores, que são, sobretudo, baseados nas fotografias das viagens. Este é sobre como conseguir viajar apenas com bagagem de mão, num livro que pretende inspirar outras pessoas. Dos 100 países que conheceu, apenas para 9 levou mais do que uma simples pequena mala.

Jill explica que tudo que leva é uma mochila e uma mala debaixo do assento do avião. Como viaja sozinha, é importante que consiga transportar as suas próprias coisas. Além disso, muitas vezes há pouco espaço no carro ou mota onde viaja pelas cidades que visita.

O ato de fazer as malas nem sempre é fácil e exige planeamento. Começa com uma lista de verificação que imprime para se certificar que tem todas as coisas básicas - vitaminas, medicamentos, produtos de higiene pessoal, adaptadores, carregadores… Depois pensa no que vai precisar com base no clima, temperatura e coisas que vai fazer ou locais que vai visitar.

A principal preocupação é com os casacos, uma vez que é isso que as pessoas vão ver. O mais importante é um casaco bonito na mala, depois algumas camisolas finas, t-shirts e tops que não ocupem muito espaço.

Uma dica para conseguir espaço extra: enrolar as peças de roupa, e fazê-lo um dia antes. Assim as peças perdem o ar durante a noite, e depois é mais fácil “espremer” a roupa dentro da mala.

No entanto, sabemos que muitas vezes o mais difícil é conseguir levar os sapatos, uma vez que ocupam muito espaço na mala. A dica da fotógrafa neste ponto é escolher bem os sapatos que sejam adaptáveis a qualquer lugar. Ela prefere botas em climas frios, pois é possível usar de forma mais casual, com calças, mas também com o vestido que pretender sair à noite. Jill não dispensa lenços como acessório de moda, pois além de práticos, mudam totalmente o conjunto, e são bons para se proteger do frio.

Para quem nunca consegue fechar a mala e quer levar tudo, Jill Paider lembra que menos é mais e que o planeamento é tudo. O mais importante é saber exatamente o que quer usar e levar peças confortáveis. Além disso, usar e abusar do serviço de lavandaria do hotel, em viagens longas, é a melhor opção.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.