O hotel futurista combina conceitos ecológicos com um design que permite aos hóspedes uma vista de 360 graus e deverá ser inaugurado em 2022. Svart promete reinventar a experiência dos hóspedes e oferecer uma nova forma de desfrutar da aurora boreal.

O edifício é inspirado num Fiskehjell norueguês - uma estrutura de madeira usada para secar peixes -  e conta com 99 quartos. A arquitetura única não é a única coisa que diferencia o Svart dos outros hotéis, Svart consumirá 85% menos energia do que os hotéis tradicionais, um ponto importante, visto que todo o projeto está localizado no fiorde Holandsfjorden, próximo ao glaciar Svartisen. A espaço também aproveitará ao máximo os recursos naturais locais, sendo que a madeira desempenha um papel importante nas fundações do edifício. Isso permitirá que o seu exterior se misture com o ambiente, reduzindo o impacto na paisagem.

Svart
Svart

O hotel será o primeiro com energia positiva, o que significa que produzirá mais energia do que utiliza. Por ser totalmente sustentável, será neutro em carbono e produzirá zero resíduos. O projeto envolveu arquitetos e ambientalistas, que trabalharam juntos para mapear os padrões de radiação solar na região de forma a otimizar a produção de energia ao longo do ano. O telhado será revestido com painéis solares, garantindo que uma pegada de carbono reduzida, antes mesmo de o hotel ser inaugurado. A energia solar será suficiente para as operações diárias, quando abrir, e para construir o edifício.

Svart
Svart

O espaço contará com quatro restaurantes e um spa com tratamentos e terapias locais para garantir uma estadia verdadeiramente relaxante. O spa e os restaurantes também estarão abertos aos habitantes locais para visitas diárias. Os terraços de madeira permitem vistas incríveis de todos os cómodos do hotel e existem atividades disponíveis durante o ano todo, como mergulho, pesca e visitas guiadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.