1. Biergarten


A cerveja está presente em cada momento da história de Munique. Foi no século XVI que a cidade estabeleceu padrões de qualidade para a cerveja produzida localmente. Hoje recebe o maior e mais prestigiado festival de cerveja do mundo, tendo sido também responsável pela invenção do conceito do famoso e popular Biergarten, em português, Jardim da Cerveja. Os jardins da cerveja são muito típicos da Baviera. Conhecidos pelos seus espaços verdes, grandes mesas e multidões festivas, moradores e turistas juntam-se para beber uma cerveja e desfrutar de iguarias tradicionais. De acordo com uma lei antiga, os clientes estão autorizados a trazer os seus próprios snacks para o Biergarten e simplesmente desfrutar de uma tradicional cerveja bávara.

Cerveja em Muique
créditos: Pixabay

2. Marienplatz


Este é verdadeiramente um cliché, mas vale sempre a pena mencionar! O coração da cidade encontra-se nesta praça, a par de alguns dos seus edifícios mais emblemáticos. O edifício principal é o Neues Rathaus, a Nova Câmara Municipal. Vários outros, como o velho Altes Rathaus e a Fonte dos Peixes, foram destruídos durante a Segunda Guerra Mundial e mais tarde reconstruídos, replicando o seu desenho medieval.

3. Carrilhão


O carrilhão da Câmara Municipal assume-se como o centro de todas as atenções em Marienplatz em pelo menos três momentos do dia. As cabeças dos transeuntes inclinam-se para cima, quando todos param para assistir quando este toca, fazendo-se acompanhar de pequenas figuras mecânicas. Localizado na torre da Nova Câmara Municipal, os seus 43 sinos e 32 figuras, reencenam cenas tradicionais da história da Baviera. Este carrilhão é o maior do país e o quarto maior da Europa.

4. Quarteirão dos Museus


O Quarteirão dos Museus de Munique, ou Kunstareal, é um bairro localizado no centro da capital bávara que aloja algumas das mais importantes galerias de arte da cidade, a curta distância entre si: Antiga Pinacoteca, Nova Pinacoteca e a Pinacoteca de Arte Moderna. Dos velhos mestres europeus a uma ampla coleção de pinturas impressionistas e arte contemporânea, a cidade tem muito a oferecer para os amantes da arte.

5. BMW Welt


A Alemanha é reconhecida pela excelência da sua indústria automóvel, que é também o maior sector industrial do país. Localizado nas proximidades da sede e museu da BMW, o BMW Welt é um edifício multifuncional que recebe exposições e eventos da indústria, oferecendo aos clientes e visitantes uma perspetiva pormenorizada da história e produtos da marca alemã. Este impressionante edifício futurista foi concluído em 2007 e serve de testemunho ao carácter inovador e tecnológico da marca.

BMW Welt
créditos: Pixabay

6. Parque Olímpico


Construído para os Jogos Olímpicos de Verão de 1972, o Parque Olímpico carrega memórias de feitos incríveis e de um ataque sangrento, no qual 11 membros da equipe olímpica israelita foram mortos por um grupo extremista palestiniano. A área é hoje de uso comum, incluindo ainda várias infraestruturas olímpicas, como o estádio, que foi a casa do famoso clube de futebol da cidade Bayern de Munique por vários anos. A Torre Olímpica, que se eleva a 290 metros de altura, oferece uma vista panorâmica sobre a cidade, se as nuvens não atrapalharem.

7. Jardim Inglês


Assim batizado em alusão ao seu estilo paisagista, o Jardim Inglês é o maior parque urbano da Alemanha e o pulmão verde da cidade. Com 370 hectares, é maior do que o nova-iorquino Central Park. Turistas e moradores acorrem a este parque não só pelas suas amplas áreas verdes e relvados abertos, muitas vezes ocupados por aqueles que procuram desfrutar dos raios de sol, mas também pelos seus famosos Biergärten.

Jardim Inglês em Munique
créditos: Pixabay

8. Mercados de Natal


No final de novembro, Munique transforma-se num paraíso de inverno, que nos relembra os contos de fadas infantis. Os mercados de Natal são um dos eventos mais antecipados da temporada natalícia na Alemanha, onde se pode encontrar artesanato tradicional, bem como artigos sazonais dispostos em pequenas barracas de madeira ao ar-livre. Os biscoitos de gengibre e o célebre Glühwein, ou vinho quente, fazem parte da experiência. Munique tem vários mercados espalhados pela cidade, sendo que o mais antigo e mais importante está localizado na Marienplatz.

9. Lago Starnberger


O charme dos lagos alpinos é inegável! Localizado nos arredores de Munique, o Lago Starnberger é a maior extensão de água da região, sendo especialmente popular entre os habitantes locais. É um local conhecido dos adeptos de desportos aquáticos, mas proporciona também vistas estupendas, com as encantadoras casas de verão que beiram o lago a justificarem a visita.

10. Castelo Neuschwanstein


Desafiamos todos os não-falantes de alemão a pronunciarem este nome corretamente! O Castelo de Neuschwanstein não fica em Munique, mas vale cada quilómetro percorrido! O castelo foi construído por Luís II da Baviera, conhecido como Luís o Louco, durante o século XIX, inspirando-se na obra de Richard Wagner, o famoso compositor alemão. Localizado no sopé dos Alpes, está rodeado de exuberantes florestas verdes, destacando-se entre as copas das árvores os bonitos torreões do castelo. O castelo terá servido, mais tarde, de inspiração à criação do Reino Mágico da Disney, sendo, também por isso, um dos locais mais visitados nos arredores de Munique.