Dia de África

Este dia comemora-se anualmente a 25 de maio, data que, em 1963, se fundou a Organização de Unidade Africana (OUA), na Etiópia, com a missão de defender os interesses dos africanos no mundo. Nove anos depois, a ONU oficializou o 25 de maio como o Dia de África, acrescentando o Dia da Libertação da África às comemorações iniciais. Já no novo milénio, a OUA foi substituída pela União Africana, mas a celebração em nome do continente africano manteve-se.

Mais do que uma data dirigida a um continente, o 25 de maio pretende lembrar a luta pela independência contra a colonização europeia, assim como o regime do Apartheid. Neste dia, pretende-se que a união, desenvolvimento e liberdade sejam lembrados, não só pelos africanos como também pelos habitantes de outros países.

Em países como o Gana, o Mali, a Namíbia, a Zâmbia e o Zimbabwe chega mesmo a ser feriado.

O continente africano

São 53 os países que formam o continente africano, que possui uma extensão territorial de 30.230.000 km². O maior país é a Argélia, enquanto as ilhas Seychelles são o mais pequeno, cabendo a Nigéria o título de mais populoso.

Os 5.895 metros do Kilimanjaro fazem dele o ponto mais alto de África e o Lago Assal, em Djibouti, é o mais baixo, com apenas 155 metros abaixo do nível do mar.

África é o segundo continente mais populoso do mundo, atrás do asiático, com uma boa parte da população a sofrer de desnutrição e graves problemas sociais.